top of page

Garoto dirige carro por 50km entre Chapadão do Sul e Paraíso das Águas

Polícia apura duas versões contadas por menino de 10 anos que dirigiu carro por 50 km entre Chapadão do Sul e Paraíso das Águas


Campo Grande News



A polícia não encontrou vídeo com ameaças no celular da criança, de 10 anos, que dirigiu um carro de Chapadão do Sul a Paraíso das Águas, um percurso de aproximadamente 50 quilômetros, para, supostamente “salvar o pai”. Contudo, o delegado que está à frente da investigação, Felipe Machado Potter, apura tudo que foi contado pelo garoto.


O caso chamou a atenção até das autoridades ao constatar que, de fato, uma criança conduzia o veículo na tarde de terça-feira (17). O menino contou que estava em casa, em Chapadão, quando pegou o carro Ford Ka e seguiu dirigindo até Paraíso das Águas, cidade onde funcionários de um posto de combustível acionaram a Polícia Militar.


Ouvido informalmente pela PM, o menino alegou que recebeu um vídeo de ameaças ao pai no celular de um “homem de touca” e seguia para salvá-lo em Campo Grande. Na oportunidade, relatou que era agredido pela madrasta e diante dos fatos, o Conselho Tutelar foi acionado. O garoto, em primeiro momento, foi levado a um abrigo, mas depois devolvido ao convívio familiar.


O fato grave levou a Polícia Civil de Chapadão do Sul a investigar o que foi contado pelo garoto. Segundo Potter, o primeiro relato sobre a ameaça “a princípio não procede”, mas o fato não é descartado totalmente. “O conselho tutelar será oficiado para produção de relatório psicossocial sobre as condições da criança”, disse o delegado.


O segundo relato, dos supostos maus-tratos sofridos em casa pela madrasta, também são apurados. “Os envolvidos estão intimados a comparecer em sede policial para serem ouvidos em termo”, completou o titular.


Entenda – Segundo a Polícia Militar, as equipes de polícia foram informadas que uma criança dirigia um Ford Ka branco sentido a Paraíso das Águas, na tarde de terça-feira. “(…) o menor aparenta ser uma criança de 10 anos e está na BR-060”, dizia mensagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF).


Em seguida, a PM de Paraíso das Águas foi informada que o Ford Ka teria chegado em um posto de combustíveis na cidade, sendo a equipe acionada pelos funcionários do posto.


No local, a criança contou aos policiais que dirigiu “sem realizar nenhuma ultrapassagem” e que aprendeu com um tio no sítio. Contou que pegou o carro após receber ligação pelo celular e vídeos no Instagram. No vídeo, segundo a criança, apareceu um homem de touca preta, apenas com os olhos à mostra, dizendo “vai logo senão seu pai vai morrer”. Ele, então, pegou o carro e seguia em direção à cidade de Campo Grande, onde o pai estava.


Durante a conversa com os militares, o menino começou a chorar, dizendo que apanha de sua madrasta de cabo de vassoura e panela, principalmente quando lava as louças e às vezes fica alguma com sujeira.


Pai e madrasta, que estavam na Capital de Mato Grosso do Sul, ao saberem da situação, foram até Paraíso das Águas e procuraram o Batalhão da PM. No local, informaram que viajaram com o filho mais velho, de 20 anos, para uma consulta médica e resolveram questões de trabalho, deixando o menino sob os cuidados da irmã de 14 anos.


O pai ainda afirmou desconhecer que o filho sabia dirigir e que a chave do veículo estava em cima do guarda-roupa. Por enquanto, o homem responderá por abandono de incapaz.

Por Dayene Paz – CAMPO GRANDE NEWS

135 visualizações0 comentário
bottom of page