top of page

Fluminense terá carga de 10 mil ingressos exclusivos para seus torcedores no Mundial de Clubes

Bilhetes para setores gerais estão esgotados, mas tricolores terão carga reservada para semifinal


GE

Estádio Rei Abdullah, em Jidá, vai receber jogos do Mundial de Clubes — Foto: Getty Images


Atenção tricolores que irão até a Arábia Saudita para acompanhar o Fluminense no Mundial de Clubes: a venda dos ingressos exclusivos será aberta nos próximos dias. E a carga também está definida. Após a Fifa bater o martelo, o atual campeão da Conmebol Libertadores terá 10 mil bilhetes à disposição para a semifinal, no dia 18 de dezembro.


A estreia tricolor será no Estádio King Abdullah, que tem capacidade para 62 mil torcedores. Isso significa que o outro semifinalista — Al-Ittihad, Al Ahly ou Auckland City — terão direito à mesma carga. Todos os outros são de controle da Fifa, que já esgotou os ingressos para a semifinal do Fluminense.


O Fluminense informará nos próximos dias o passo a passo para os torcedores adquirirem os seus bilhetes. Também será informado se a retirada será realizada no Brasil ou exclusivamente na Arábia Saudita — assim como aconteceu com o Flamengo na última edição, na qual os rubro-negros só puderam trocar os bilhetes no Marrocos.


Para prestigiar as semifinais, que marcam a estreia do Fluminense e do Manchester City no torneio, o torcedor precisa pagar de 60 a 175 riales (R$ 79,70 a R$ 232,48).


Os ingressos para a final custam a partir de 75 riales (R$ 99,63) e vão até 200 riales (R$ 265,68). A abertura entre Al-Ittihad e Auckland City é a segunda partida mais cara, com entradas entre 65 e 180 riales (R$ 86,33 a R$ 239,06).


O Fluminense estreia nas semifinais do Mundial de Clubes, no dia 18 de dezembro, contra ou Al Ahly, do Egito, ou quem levar a melhor do jogo de abertura entre o Al-Ittihad, campeão saudita e representante do país-sede, e o Auckland City, da Nova Zelândia.


Na outra semifinal, o Manchester City, da Inglaterra, pega o ganhador das quartas de final entre Léon, do México, e o Urawa Red Diamonds, do Japão.

294 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page