top of page

Flamengo admite pagar De La Cruz à vista

Globo Esporte



O uruguaio Nicolás De La Cruz é a bola da vez no Flamengo. Sonho antigo do departamento de futebol, o clube já admite pagar à vista a multa avaliada em US$ 16 milhões (cerca de R$ 78 milhões na cotação atual) estabelecida no contrato do atleta com o River Plate. Tanto que o presidente Rodolfo Landim deixou no ar a possível contratação.

Os dirigentes rubro-negros entenderam que para ter o jogador o pagamento à vista é a condição a ser cumprida. Recentemente, Landim foi convidado pelo grupo político União Rubro-Negra (URN) para debater a gestão e, durante a reunião, revelou detalhes da negociação fracassada na última janela e das possibilidades no futuro. O ge teve acesso ao áudio com as falas do mandatário rubro-negro.

O Flamengo sabe de que De La Cruz tem o desejo de jogar no clube. As partes ainda discutem alguns valores - luvas e bonificações - para, quem sabe, selar o acordo. O River Plate detém 50% dos direitos econômicos do jogador, e o Liverpool, de Montevidéu, 50%. O pagamento da multa e a disputa da Libertadores (River foi eliminado pelo Internacional) foram os impasses que inviabilizaram a vinda do meia na última janela.

Enquanto negocia com o Flamengo, o jogador já conversa com conhecidos que moram no Rio de Janeiro para mapear a possível mudança com a família - formada pela esposa e suas duas filhas. Recentemente, ele marcou um dos gols da vitória do Uruguai contra o Brasil pelas Eliminatórias.

O Flamengo tem o desejo de contar com o jogador já na apresentação do time em janeiro. O clube trabalha para que De La Cruz faça a pré-temporada e viaje com a delegação para Orlando, local onde terá o amistoso com o Orlando City no fim do mês de janeiro. A janela de transferências abre dia 11 de janeiro, data que o uruguaio poderá ser inscrito para competições oficiais.

7 visualizações0 comentário
bottom of page