top of page

Filipe Luís recusa convite para ser coordenador da seleção brasileira

Ex-jogador do Flamengo afirma que ficou "extremamente honrado" com o convite, mas destaca que pretende seguir carreira como treinador





GE

Filipe Luís recusou o convite para ser coordenador da CBF — Foto: André Durão



Filipe Luís, que recentemente encerrou a carreira de jogador, recusou o convite da CBF para ser o coordenador de seleções.


Ele era o preferido do presidente da confederação, Ednaldo Rodrigues, que nesta semana anunciou a contratação de Dorival Júnior como técnico da seleção.


Filipe Luís afirmou a interlocutores que "extremamente honrado" com o convite, mas deixou claro que pretende seguir a carreira de treinador – e que este momento é muito relevante "para a sequência desta etapa profissional".


O cargo de coordenador técnico da seleção brasileira está vago há mais de um ano, desde que Ednaldo Rodrigues demitiu Juninho Paulista, que fazia parte da comissão técnica de Tite.


O próprio Ednaldo resolveu acumular as funções e despachar diretamente com o técnico da seleção – foi assim com Ramon Menezes e com Fernando Diniz, os dois interinos que dirigiram a Seleção em 2023.


Agora, com Dorival Júnior anunciado como treinador, o presidente da CBF quer a volta de um coordenador técnico para a Seleção. Sem Filipe Luís, a entidade vai para um plano B.


Ednaldo Rodrigues voltou à presidência da CBF na última quinta-feira, após liminar do ministro Gilmar Mendes, do STF. No dia 7 de dezembro, o dirigente havia sido destituído por decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

1 visualização0 comentário

Commentaires


bottom of page