top of page

Família de fazendeiros é investigada por suposto plano de assassinato contra advogada em Rio Verde

A polícia apreendeu armas durante operação para desvendar plano de assassinato




De acordo com dados iniciais da Polícia Civil (PC), uma influente família de fazendeiros da cidade de Rio Verde supostamente estava planejando o assassinato de uma advogada, em decorrência de um processo envolvendo uma propriedade rural.

Entretanto, a polícia tomou conhecimento do plano e iniciou uma investigação minuciosa. Durante as buscas nas residências dos suspeitos, os agentes policiais apreenderam armas, ainda sem confirmação sobre a legalidade do registro das mesmas.


A Polícia Civil está prosseguindo com as investigações, a fim de esclarecer todos os detalhes e responsabilizar os envolvidos, caso seja comprovada a veracidade das informações.


O caso


Nesta quarta-feira, 19 de julho, o Grupo de Investigação de Homicídios realizou uma operação coordenada pelo Delegado de Polícia Adelson Candeo, que resultou na apreensão de quatro armas de fogo. A ação aconteceu em dois locais distintos: uma zona rural do município de Rio Verde e o setor central da cidade.

A operação teve como objetivo cumprir mandados de busca e apreensão após investigações apontarem a existência de um grupo que estaria planejando o assassinato de uma advogada. O motivo seria uma sentença em um processo judicial cível.


Durante a abordagem, foram encontradas uma garrucha calibre .22 e três armas de fogo longas, sendo uma calibre 12, uma espingarda calibre 20 e uma carabina. Além disso, foram apreendidas diversas munições de calibres variados.


Seguindo o mesmo mandado de busca e apreensão, a equipe do GIH se dirigiu até uma área rural do município, onde ao chegar no local, foram recebidos por terceiros. Após iniciar as buscas na residência, foram encontradas duas armas de fogo, sendo uma carabina calibre 38 e uma espingarda calibre .20. Além disso, diversas munições também foram apreendidas.



56 visualizações0 comentário
bottom of page