top of page

Família de advogada suspeita de matar ex-sogro e mãe dele envenenados está destruída, diz parente

Familiar disse que lamenta as mortes e aguarda para ter acesso aos laudos periciais. Amanda Partata está presa.




G1-Goiás

Advogada Amanda Partata (lado esquerdo), Leonardo Pereira Alves (meio) e Luzia Alves (lado direito), em Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/Redes Sociais





Um parente da advogada Amanda Partata, suspeita de matar ex-sogro e mãe dele envenenados, disse que a família está destruída com a situação. A família lamenta as mortes e aguarda para ter acesso aos laudos periciais.


O resultado da perícia foi divulgado na quinta-feira (28). O laudo da Polícia Científica apontou que a substância usada para matar mãe e filho, Luzia Tereza Alves e Leonardo Pereira Alves, foi colocada em potes de doces.


A Polícia Científica disse ainda que dois potes estavam com a substância, que é considerada um veneno 'potente' e que foi usado em grande quantidade. Mesmo em pequenas doses, a substância é tóxica e letal, e não tem sabor nem odor, ou seja, não é possível ser percebida.


59 visualizações0 comentário
bottom of page