top of page

Falso médico tenta aplicar golpe com PIX de R$ 2 mil em família de paciente internado, diz polícia

Família desconfiou do pedido de dinheiro e comunicou o caso à polícia, em Jaraguá. Homem ainda não foi identificado



O Popular

Fachada do Hospital Estadual de Jaraguá Dr. Sandino de Amorim (Heja) (Foto: Divulgação/Heja)


Um homem tentou se passar por médico para tentar aplicar golpe em família de um paciente que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Estadual de Jaraguá (Heja), informa a Polícia Civil do Estado de Goiás (PC-GO).


O falso médico ligou para os familiares do paciente e pediu um PIX de R$ 2 mil sob a justificativa de que a pessoa precisaria realizar exames na rede particular após a constatação de uma bactéria e que, pela urgência, o Sistema Único de Saúde (SUS) não iria autorizar novos pedidos com rapidez.


Ao desconfiar da situação, a família disse para o homem que iria procurar o hospital, então o falso médico informou que se fizesse isso, todos da família seriam contaminados pela bactéria.


Os familiares denunciaram a situação para a Polícia Civil na terça-feira (31) e, após contato com os funcionários do hospital, a investigação apontou que esse não é o primeiro caso que acontece no Heja.


O delegado Glênio Ricardo informou que a polícia ainda não identificou o suspeito e alerta que as pessoas que tiverem familiares internados no Heja tenham cuidado com esse tipo de ligação e, caso recebam, a orientação é de que procurem a polícia.


O POPULAR pediu uma nota para a Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO) e para o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), que gere o Heaja, sobre o assunto, visto que não é a primeira vez que há a tentativa de golpe, contudo, ainda não houve retorno.


12 visualizações0 comentário

تعليقات


bottom of page