top of page

Falso advogado é condenado por aplicar golpes em aposentadoria

Homem foi condenado pelo crime de estelionato em regime aberto, por ter mais de 70 anos. A decisão ainda cabe recurso


G1-Goiás

Gilberto de Araújo Campos, condenado por aplicar golpe relacionado a aposentadoria, em Anápolis — Foto: Reprodução/Redes Sociais


A Justiça condenou Gilberto de Araújo Campos por ter aplicado um golpe contra uma idosa que que tentava dar entrada em sua aposentadoria. O homem fingia ser advogado e tinha um escritório no Centro de Anápolis, a 55 km de Goiânia, onde recebia as vítimas e afirmava ser especialista em assuntos previdenciários. Ele foi condenado por estelionato a 1 ano em regime aberto, por ter mais de 70 anos. A decisão ainda cabe recurso.


Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) reforçou que “a prática da advocacia por qualquer pessoa que não seja inscrita nos quadros da Seccional configura contravenção penal pelo exercício ilegal da profissão”.


De acordo com as testemunhas do processo, Gilberto espalhava cartazes pela cidade afirmando que era especialista em direito previdenciário e que poderia ajudar idosos a se aposentarem. Ele se apresentava como ‘doutor’ e também pelo apelido de ‘Campinho’. Em geral, recebia clientes de origem simples e que não tinham muito dinheiro ou conhecimento na área.


Segundo a Justiça, o dentista tinha acesso a documentos do INSS que, em geral, somente advogados conseguem ter. A partir disso, agendava os procedimentos padrões necessários para aposentar o cliente. No caso em questão, a vítima conseguiu se aposentar porque já tinha direito ao benefício.


Mas segundo a idosa, depois disso, Gilberto passou a cobrar dela o equivalente a 30% do valor da aposentadoria para pagar um serviço de “perito administrativo”. Ela passou três anos pagando o falso advogado até que desconfiou da situação e procurou outros profissionais, que acabaram denunciando o caso.


Uma das testemunhas, que na época era presidente da comissão de direito previdenciário da OAB, disse à Justiça que já recebeu muitas denúncias contra Gilberto. As vítimas teriam sofrido golpes similares, mas sentiam medo de seguir com os processos ou os casos prescreveram.


27 visualizações0 comentário

Opmerkingen


bottom of page