top of page

F1 atualiza regra após Norris evitar punição por queimar largada

Piloto da McLaren não foi punido após dar a partida no carro pouco antes das luzes se apagarem no GP da Arábia Saudita, no último mês



GE



Lando Norris teve sorte no GP da Arábia Saudita de F1, no último mês, no qual escapou de ser punido por se movimentar antes do apagar das luzes na largada. Ele não recebeu nenhuma sanção porque o transponder em sua McLaren não apontou o movimento. Mas o episódio não deve voltar a se repetir: a categoria atualizou suas regras e, agora adotará tolerância zero.


A Federação Internacional do Automobilismo (FIA) atualizou nesta terça-feira o Regulamento Esportivo 2024 da F1.


Agora, o Artigo 48 indica que o piloto que se mover "após os quatro segundos em que as luzes estão acesas e antes o sinal ser dado" quando elas se apagam serão punidos. O trecho que sinalizava que o julgamento de uma queimada de largada seria feito pelo transponder, fixado nos carros, foi removido.


Em outras palavras: quer haja uma detecção eletrônica ou não, bastará a análise visual dos comissários das corridas para julgar se um piloto queimou a largada ou não.


Norris, que largou em sexto lugar na prova no Circuito de Jeddah, moveu seu carro poucos segundos antes que as luzes do sinal que indicam o início da corrida se apagassem. O movimento foi detectado pela câmera de bordo da McLaren do britânico. Lando interrompe o movimento e, com as luzes definitivamente apagadas, volta a andar.


Piloto da Mercedes, George Russell estava ao lado do rival. Ele identificou, ainda no início da corrida, o movimento de Norris, e "denunciou" no rádio de sua equipe que o compatriota havia queimado a largada.


Os comissários, porém, só analisaram o ocorrido na 13ª volta da prova vencida por Max Verstappen e decidiram isentar o piloto da McLaren, já que o transponder não havia acusado nada. No documento que detalha a investigação, os comissários reconhecem que Norris se moveu, mas não o puniram.


Norris postergou seu pit stop na prova vencida por Max Verstappen neste sábado e fez 38 voltas com pneus médios, o que lhe possibilitou liderar a disputa por algumas voltas. Ao fazer seu pit stop, porém, o britânico perdeu posições que não conseguiu recuperar nos instantes finais da corrida e ficou com o oitavo lugar. Oscar Piastri, seu colega na McLaren, chegou em quarto.


A F1 retorna neste fim de semana em 5 de maio com o GP de Miami nos Estados Unidos, válido como a sexta etapa da temporada.




1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page