top of page

F1: Alonso lidera 2º treino atrapalhado por chuva na Austrália

Globo Esporte



Austrália é sinônimo de sol, mar, surfe... mas o tempo não foi tão gentil com a F1 no segundo treino livre do GP da Austrália, na madrugada desta sexta-feira (tarde, no horário local). Choveu bastante, atrapalhando a sessão que teve Fernando Alonso como o mais rápido, com 1m18s887. O segundo lugar ficou com Charles Leclerc, após superar o colega da Ferrari, Carlos Sainz. Max Verstappen foi o terceiro.

No geral, o treino foi mais morno que a sessão de abertura do fim de semana - marcada por duas bandeiras vermelhas, erros técnicos que afetaram a disputa em pista e um encerramento precoce. A melhor volta, de Alonso, foi estabelecida nos dez primeiros minutos e não chegou perto de ser batida.

Com a segunda sessão da etapa australiana, Alonso volta a ser o mais rápido em um treino com a Aston Martin desde o GP do Bahrein, abertura do campeonato; na última rodada, na Arábia Saudita, Sergio Pérez e Max Verstappen dominaram os TLs.

O terceiro e último treino livre do GP da Austrália será na noite desta sexta-feira, às 21h30 (Horário de Brasília).

A segunda sessão em Melbourne começou com pouca movimentação na pista. Com nove minutos de treino, Alonso estabeleceu o tempo a ser batido, com pneus médios. A vantagem foi grande sobre Carlos Sainz e Max Verstappen, com os mesmos compostos: 0s8. Posteriormente, o espanhol da Ferrari seria superado pelo colega e o bicampeão da RBR melhoraria seu tempo em 0s2.

O baixo movimento na pista no início da sessão foi potencializado de forma profunda pela chegada da chuva, passados 14 minutos de treino. Todos os pilotos recolheram os carros para os boxes e ali permaneceram por quase 15 minutos.

Russell arriscou um passeio fora do pit lane, mas avisou à Mercedes que era mais valioso esperar pela chegada da chuva para calçar os pneus intermediários. Depois, foi a vez da Ferrari enviar seus dois pilotos com pneus slick (pista seca); Sainz não excedeu uma volta pelo circuito e também alertou o time, enquanto Leclerc se queixou de que não fazia sentido permanecer na pista daquele jeito.

Mais cinco minutos de total calmaria na pista, chegando a 27 para a bandeirada - momento em que os pneus intermediários começaram a surgir. Primeiro, com Hamilton. Depois, George Russell, Pierre Gasly, Esteban Ocon e Verstappen.

Iniciado o terço final do TL2 (20 minutos), só arriscaram o bicampeão da RBR, Pérez, Norris, Hulkenberg, Piastri, Stroll, Albon e Magnussen - oito de 20 pilotos. As tentativas de volta rápida mesmo só surgiram quando faltavam 15 minutos para o fim do treino, especificamente, com Alonso e Russell. No entanto, ninguém conseguiu melhorar as marcas previamente estabelecidas.


Mais problemas - nada grave, entretanto


O treino começou com mais uma escapada de Verstappen, que chegou a errar também no TL1. E o bicampeão da RBR, posteriormente, teria um encontro desagradável com Sainz, atrapalhando o rival da Ferrari em pista.

Pérez também sofreu com o tráfego em Melbourne, e Lando Norris foi parar na brita quando a pista começou a ficar úmida. Hamilton foi outro que teve problemas com a pista escorregadia, já nos minutos finais do treino.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Fórmula 1 divulga calendário de 2025 com 24 corridas

A modalidade manteve o mesmo número de corridas de 2024 para o calendário do ano que vem. Veja a partir de quando a temporada começa Metrópoles A Fórmula 1 confirmou o calendário de 2025 com 24 etapas

Comments


bottom of page