top of page

Ex-policial acusado de matar esposa e enteada vai a júri popular

Rafael Martins Mendonça enfrenta julgamento por assassinato da esposa e enteada, além de tentativa de homicídio contra outra criança de 5 anos




Mais Goiás



O ex-policial militar Rafael Martins Mendonça enfrentará júri popular pela acusação de um crime que chocou Rio Verde. Em dezembro de 2022, ele foi apontado como autor do assassinato da esposa, Elaine Barbosa, e da enteada de apenas 3 anos, Ágatha. O ato de violência extrema será julgado em 28 de maio deste ano.


O crime ocorreu em 14 de dezembro de 2022, quando Rafael disparou múltiplos tiros contra a esposa e a pequena Ágatha. A tragédia se desdobrou diante da filha mais velha de Elaine, de apenas 5 anos, que presenciou a morte da mãe e da irmã. Segundo relatos, Elaine tentou proteger as crianças.


Jennifer Elisabeth de Sousa, irmã da vítima, revelou que meses antes do assassinato, Elaine foi vítima de agressões por parte do ex-policial, que não aceitava a separação do casal. A violência culminou naquele fatídico dia, quando Rafael, movido pela ira, ceifou as vidas da esposa e enteada.


O Ministério Público formalizou a denúncia contra Rafael em fevereiro de 2023. Ele é acusado de homicídio qualificado e tentativa de homicídio contra a filha sobrevivente de Elaine. Desde então, o acusado permanece sob custódia em um presídio militar.


O advogado de defesa de Rafael, que acompanha o caso desde a fase de investigação, afirma que o cliente está em tratamento psicológico e psiquiátrico.

16 visualizações0 comentário

תגובות


bottom of page