top of page

Ex-marido suspeito de matar policial civil no Distrito Federal morre em confronto em Goiás

Valderia da Silva Barbosa Peres era agente da Polícia Civil e trabalhava na Delegacia de Atendimento à Mulher II. Corpo da policial foi encontrado pelo filho dela.


G1-Goiás

Policial civil Valderia da Silva Barbosa Peres, vítima de feminicídio no DF, e homem suspeito do crime, Leandro Peres Ferreira — Foto: Reprodução/Redes Sociais e Divulgação/PCDF




O ex-marido suspeito de matar uma policial civil do Distrito Federal morreu em Porangatu, no norte de Goiás, nesta segunda-feira (14). Valderia da Silva Barbosa Peres era agente da Polícia Civil e trabalhava na Delegacia de Atendimento à Mulher II (Deam II), em Ceilândia.


O crime aconteceu na sexta-feira (11), em Arniqueiras. Segundo a Polícia Militar de Goiás, o homem suspeito do crime, que estava foragido, foi localizado na madrugada desta segunda-feira em uma estrada às margens da BR-153.


No local, ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, que explicou ter o encontrado sem sinais vitais e o encaminhado ao Hospital Municipal de Porangatu. Lá, o homem não resistiu aos ferimentos. Um vídeo mostra o momento em que a ambulância chegou com ele na frente da unidade.


Crime

Segundo a Polícia Civil, o corpo da vítima foi encontrado pelo filho dela. Na delegacia, o jovem contou que quando chegou na casa da mãe, ela não atendeu. Como a porta do quarto estava fechada, deu a volta na casa, foi até a janela do quarto e abriu por fora. Quando entrou no cômodo, encontrou o corpo da mãe caído no chão do banheiro.


De acordo com o jovem, a mãe estava vestida e cercada de sangue. Ele percebeu um corte profundo no pescoço da vítima, "provavelmente, feito com uma arma branca". O jovem disse ainda que a casa estava desarrumada e sem nenhum sinal de assalto.

22 visualizações0 comentário
bottom of page