top of page

Enem 2023 tem questões sobre racismo, Palestina, judeus, 'Jetsons', Paulo Freire e ditadura militar

Neste domingo (5), prova traz 45 questões de linguagens, 45 de ciências humanas e redação.


G1

Enem 2023 é aplicado em 5 e 12 de novembro — Foto: Luis Lima Jr/Fotoarena/Estadão Conteúdo


O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023 trouxe, neste domingo (5), uma proposta de redação sobre os "Desafios para o enfrentamento da invisibilidade do trabalho de cuidado realizado pela mulher no Brasil", 45 questões de ciências humanas e 45 de linguagens.


Segundo professores ouvidos, a prova do primeiro dia teve nível de dificuldade equilibrado, com questões, de fácil, médio e difícil complexidade. Entre os temas abordados nas perguntas, estão:

  • Caetano Veloso, com a música "Alegria, alegria";

  • Paulo Freire e a pedagogia da autonomia;

  • tela de Lasar Segall;

  • valorização da identidade indígena;

  • machismo (com a personagem de "Os Jetsons" sendo vítima de piada preconceituosa);

  • envelhecimento da população;

  • história da Palestina;

  • migração de judeus para o Brasil;

  • espetáculo de dança em que mulheres apareciam sem a parte de cima da roupa;

  • trechos dos escritores Itamar Vieira Junior, Conceição Evaristo, Olavo Bilac e Machado de Assis;

  • ditadura militar no Brasil e censura imposta no período;

  • mudanças climáticas e aquecimento global;

  • jogos olímpicos;

  • violência de gênero e racial;

  • Revolução Francesa;

  • a importância dos esportes eletrônicos.

Para Claudio Hansen, do Descomplica, o tema central deste primeiro dia foi a mulher e seu papel na sociedade. Segundo ele, diversas questões da prova discutiam o tópico, abordando violência, Lei Maria da Penha e inserção no mercado de trabalho, por exemplo.

Rodrigo Magalhães, professor de geografia do Colégio e Curso AZ, afirma que havia também uma questão sobre revisionismo de termos racistas, com o contexto de um cântico da torcida do Fluminense direcionada à torcida do Flamengo, que falava de “mulambo imundo”.

A prova de Linguagens, segundo Rafael Cunha, docente do Descomplica, teve mais questões interpretativas do que de conhecimento gramatical.

Segundo Luciane Bernardi, professora de Língua portuguesa no Cursinho da Poli, os escritores que apareceram na prova de Linguagens foram predominantemente clássicos, com ênfase em escritores contemporâneos.


O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023 é: "Desafios para o enfrentamento da invisibilidade do trabalho de cuidado realizado pela mulher no Brasil”.


Na avaliação de professores, o tópico é a "cara" do Enem por tratar de um problema social relevante e exigir uma boa proposta de intervenção.


"O aluno precisa ir atrás da relação de causas e consequências, principalmente porque o tema fala de desafios. É preciso pensar, então, nas causas que levam à invisibilidade desse trabalho”, afirma Daniella Toffoli, coordenadora de linguagens do Curso Anglo.

35 visualizações0 comentário

תגובות


bottom of page