top of page

Empresário goiano do segmento agroveterinário é preso por tráfico interestadual de cetamina

Grupo movimentou R$ 3,5 milhões com a venda ilegal do anestésico. Frasco de 50ml poderia chegar a R$ 400



Jornal Opção

PCDF realizou a maior apreensão da substância na capital federal | Foto: Divulgação/PCDF


Dois traficantes foram presos pela Polícia Civil do Distrito Federal, com o apoio de policiais dos estados de Goiás e Piauí, por tráfico interestadual de cetamina.


A substância de uso veterinário é comumente utilizada no “Boa noite, Cinderela”, coquetel manipulado por criminosos para roubar ou estuprar vítimas. Em cinco anos, o grupo movimentou R$ 3,5 milhões com a venda ilegal do anestésico.


A droga também é bastante popular em festas por causa dos efeitos psicodélicos parecidos com os do LSD. A corporação cumpriu ainda 18 mandados de busca em Alexânia (GO) e Teresina (PI), além das cidades brasilienses de Águas Claras, Ceilândia, Guará, Taguatinga, Vicente Pires, Recanto das Emas, Asa Sul, Paranoá e Arniqueiras.


“O frasco de 50ml da substância era vendido pelo traficante por cerca de R$ 300, R$ 400 em listas de transmissão do WhatsApp. Em datas precedentes a festas eletrônicas no DF, a procura era intensa, fazendo variar o preço”, explica o delegado Erick Sallum, da PCDF.


Ao longo de seis meses de investigação, a corporação conseguiu mapear a rota de tráfico entre Teresina e o DF, esquema que ocorria há cerca de cinco anos. Uma carga com cerca de 180 frascos de 50ml da droga, inclusive, foi interceptada, sendo a maior apreensão dessa substância no DF.


As investigações confirmaram que além do fornecedor de Teresina, o líder do esquema, um empresário de grande porte de produtos agroveterinários, possuía um substituto em Alexânia, que também é proprietário de uma loja do ramo.


Quando havia dificuldade de remessas de Teresina, a solução era adquirir com o fornecedor mais próximo. Já no DF, a droga era estocada no flat do líder, em Águas Claras, para a revenda a usuários finais e outros traficantes de menor porte.

41 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page