top of page

Em ligação, avô implorou para que pai não matasse as filhas de 4 e 8 anos

Meninas foram esfaqueadas e tiveram os corpos carbonizados. Homem disse à polícia que matou as crianças por vingança à esposa, que supostamente estaria em um caso extraconjugal.


G1-Goiás

Ramon de Souza Pereira é suspeito de matar filhas de 4 e 8 anos, em Santo Antônio de Goiás — Foto: Divulgação/Guarda Civil e Reprodução/Redes Sociais



O motorista de aplicativo Ramon de Souza Pereira, que confessou ter matado as filhas de 4 e 8 anos, chegou a ligar para o avô das meninas momentos antes de cometer o crime. Na ligação, é possível ouvir quando o avô das crianças implora para que elas não sejam mortas. Por se tratar de um assunto delicado, a reportagem editou o áudio e deixou apenas um trecho, em respeito ao leitor e à família das vítimas.


De acordo com o delegado, a ligação aconteceu por volta de 17h45, na segunda-feira (22). Ramon foi preso em Santo Antônio de Goiás, na Região Metropolitana da capital, e disse à polícia que matou as meninas por vingança à esposa, que supostamente estaria em um caso extraconjugal.


A polícia apurou que Ramon colocou um rastreador no carro da esposa e a encontrou em Goianira com um homem, que fugiu. Na cidade, o assassino confesso agrediu a mulher com socos e chutes e fugiu com o carro dela.

Prisão e internação

Ramon foi preso na tarde da última terça-feira (23), dia seguinte ao crime. O delegado disse que o autor do crime falou brevemente com a polícia, mas precisou ser encaminhado ao Hospital de Urgências de Goiás (Hugo).


Ao g1, o hospital informou que Ramon estava com ferimentos na garganta e abdômen, passou por cirurgia, está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), estável, sem febre e sem uso de droga vasoativa.

13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page