top of page

Educadores fazem pacto por melhor desempenho de Goiás no Ideb

Para isso cada unidade recebeu uma meta, visando subir a nota geral de 5,3 para 5,6 no ensino fundamental e de 4,5 para 4,8 no ensino médio



Mais Goiás

Estudantes da Rede Estadual de Educação (Foto: Seduc/Divulgação)


Educadores e diretores escolares assumiram, na noite desta terça-feira (14), compromisso para melhorar o desempenho escolar dos alunos da rede estadual de ensino no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), do Ministério da Educação.


Pacto teve estratégias e metas definidas, durante encontro de gestores com o governador Ronaldo Caiado (UB), em Anápolis. A expectativa do governo é elevar as notas do estado no Ideb. Para isso cada unidade recebeu uma meta a cumprir, visando subir a nota geral de 5,3 para 5,6, no ensino fundamental, e de 4,5 para 4,8, no ensino médio.


“Me ajudem naquilo em que acredito: vamos ser o primeiro estado a romper o ciclo da pobreza com base na educação de qualidade”, pediu o governador, convocando diretores e professores a trabalhar pelo resultado esperado.


Segundo lugar


Os números do Ideb divulgados no ano passado, referentes a 2021, colocaram Goiás no segundo lugar nacional. A posição foi considerada positiva, já que o período registrou impacto da pandemia na aprendizagem dos alunos.


A expectativa da Seduc é que a retomada das atividades presenciais e os investimentos da gestão estadual na área gerem impacto positivo no indicador. Entre as medidas, estão ações de reforço escolar, utilização de plataformas interativas e adequação de conteúdos.


Repasses


Durante o 3º Encontro de Gestores Escolares da Rede Estadual de Ensino de Goiás, Caiado também anunciou o repasse de R$ 58 milhões às escolas, para este ano, por meio de diferentes programas de incentivo, como Pró-Escola, Gás na Escola e Programa Pequenos Reparos.

13 visualizações0 comentário
bottom of page