top of page

Duilio revela folha salarial do Corinthians e deixa saídas e renovações para o sucessor

Globo Esporte



O presidente do Corinthians revelou nesta sexta-feira que o Corinthians gasta R$ 22 milhões mensais com os salários dos jogadores. Duilio Monteiro Alves ainda defendeu que montou um bom elenco e deixou as saídas e renovações de contrato para o próximo mandatário.

– Diferentemente do que saiu na mídia recentemente, a folha salarial do Corinthians não está entre as três maiores do Brasil. A folha salarial total, com impostos e tudo, hoje é de R$ 22 milhões por mês – disse Duilio durante a entrevista que deu na Neo Química Arena.

Apesar dos gastos altos, o Corinthians atualmente é o 14º colocado do Brasileirão e ainda corre riscos de rebaixamento. O clube não é campeão desde o Paulistão de 2019, um recorde histórico.

– Tenho a mesma angústia que o torcedor. Quando os jogadores chegaram, todos aqui gostaram do time que montamos, só que não está funcionando dentro de campo. Tem coisas no futebol que não se explicam. Eu acho o time bom, e não era para estar onde está – argumentou Duilio Monteiro Alves.

A missão de retomar o bom desempenho dentro de campo será do próximo presidente do Corinthians, a ser eleito daqui a duas semanas, no dia 25. O elenco deve passar por uma reconstrução, e Duilio deixa para o sucessor a responsabilidade de escolher quem fica e quem sai do clube. A disputa está entre André Luiz Oliveira e Augusto Melo.

– Não quero tratar um atleta individualmente. Temos vários terminando contrato. Estamos em um momento muito importante para o clube, uma situação péssima no campeonato. Precisamos sair dessa situação. Tudo é mais sofrido aqui. (As renovações) São um assunto que vai influenciar dentro do elenco, e não posso atrapalhar o time – começou Duilio, para explicar o adiamento das decisões.

São nove jogadores em final de contrato: Bruno Méndez, Cantillo, Fábio Santos, Gil, Giuliano, Maycon, Paulinho, Renato Augusto e Ruan Oliveira.

– Nós pensamos no futuro, inclusive com essa troca do Mano no comando agora. Era necessário ter alguém que seguisse no ano seguinte, porque Alessandro (Nunes, gerente de futebol) e eu estamos indo embora. O Mano está fazendo avaliações, o Cifut está analisando e mapeando nomes para contratar. Tudo está sendo feito, mas em silêncio. Não vou falar de Renato. Mais 15 dias já temos eleição, saberemos quem será o próximo presidente. Quem decide se o jogador fica ou não é o treinador – completou Duilio Monteiro Alves.

13 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page