top of page

Dudu diz que vai ficar no Palmeiras: "Ainda não é a hora de sair e de encerrar o meu ciclo"

Jogador não assinou o contrato de compra do Cruzeiro e decidiu continuar no Verdão, depois de a presidente Leila Pereira dizer que esperava que o atacante aceitasse a oferta


GE

Dudu durante aquecimento de Palmeiras e Vasco — Foto: Marcos Ribolli



O atacante Dudu se pronunciou, nesta segunda-feira, após o imbróglio envolvendo a negociação entre Palmeiras e Cruzeiro pela sua contratação e disse que vai permanecer no Verdão. A Raposa, inclusive, anunciou que retirou a oferta que havia enviado pelo atleta de 32 anos de idade.


– Foram dias intensos, bem angustiantes e resolvi me pronunciar somente após pensar muito e conversar bastante com a minha família. Realmente, recebi uma proposta muito boa e fiquei balançado. Talvez, eu nunca mais receba uma oportunidade como essa – diz o texto.


– Tenho 32 anos e me ofereceram 4 anos de contrato. O Cruzeiro é um clube que tenho um enorme carinho e agradeço, demais, pelo reconhecimento.


Dudu contrariou a declaração de Leila Pereira, que mais cedo havia dito que o ciclo do jogador tinha se encerrado no Palmeiras.

– Mas sinto que, neste momento, ainda não é a hora de sair e de encerrar o meu ciclo no Palmeiras. Sinto que posso seguir construindo a minha história aqui. Foram dias muito tristes e difíceis. Sofri duras críticas, mas eu sei o que está no meu coração e o quanto respeito essa instituição.

O Palmeiras havia aceitado no sábado a proposta do Cruzeiro, de quatro milhões de dólares (R$ 21 milhões) para levar Dudu. O atacante e seu empresário inicialmente tinham topado a oferta salarial e um contrato de cinco anos do clube mineiro.


Veio, então, o anúncio nas redes sociais da Raposa, que pegou de surpresa tanto o Verdão quanto o estafe do atacante. Mas ainda restava assinar o contrato e a realização de exames médicos, previstos para o início da semana.


A repercussão do caso fez com que diversas pessoas se aproximassem de Dudu entre a tarde e noite de sábado para tentar convencê-lo a ficar no Palmeiras. Entre elas, lideranças da Mancha Alviverde, principal torcida organizada do clube.


Após o treino de domingo, porém, Dudu se reuniu com Abel Ferreira e pediu para permanecer.



3 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page