top of page

Dudu busca seu primeiro gol desde o título brasileiro do Palmeiras

Globo Esporte



Com 10 títulos pelo Palmeiras, Dudu busca mais uma final de Campeonato Paulista, neste domingo, contra o Ituano. O jogo está marcado para as 16h (de Brasília), no Allianz Parque.

Maior artilheiro (85 gols) e atleta com mais jogos (413) do elenco, o camisa 7 vive um jejum antes desta semifinal. Ele ainda não balançou as redes em 12 jogos na temporada de 2023.

Dono de uma assistência neste Paulistão, Dudu fez seu último gol na goleada por 4 a 0 do Palmeiras sobre o Fortaleza, dia 2 de novembro. O jogo marcou a festa alviverde pela conquista do Campeonato Brasileiro.

Ao longo do Estadual, o atacante teve 17 finalizações e acertou o gol sete vezes. Diante da Inter de Limeira, ele até cobrou uma penalidade para tentar o primeiro gol de 2023, mas mandou para fora.

Ainda que tenha sido titular em 12 das 14 partidas do Palmeiras no ano, Dudu só não foi substituído na estreia, contra o São Bento.

Faz parte da estratégia de Abel Ferreira realizar trocas nos jogadores de ataque para "refrescar" a equipe. Depois da vitória por 1 a 0 sobre o São Bernardo, nas quartas de final, o técnico falou com naturalidade sobre o jejum do seu camisa 7.

– O mais importante é perceber que nem sempre vamos estar todos ao mais alto nível. Dependemos um dos outros. Este é o espírito da nossa equipe. Neste jogo vai ter a chance de jogar e mostrar toda a sua qualidade. Faz parte, que ele seja resiliente, temos coisas que precisamos melhorar e ele sabe disso. Estamos aqui para o ajudar, como fazemos com todos os jogadores – afirmou.

– Ele quer triunfar, quer nos ajudar e é normal na mente de um vencedor, que quer sempre performar bem. Mas o mais importante é quando o jogador não está no seu nível, há sempre jogadores que podem ajudar. Por isso somos um time – completou.

Vice-campeão paulista pelo Palmeiras em 2015 e 2018, Dudu fez parte das campanhas campeãs de 2020 (saiu antes do mata-mata rumo ao Al Duhail, do Catar) e 2022.

Com contrato renovado até, pelo menos, o fim de 2025, o ídolo palmeirense tenta ainda neste ano se tornar o jogador com mais títulos na história do clube.

Já campeão do Paulista (2020 e 2022), da Libertadores (2020 e 2021), do Brasileirão (2016, 2018 e 2022), da Copa do Brasil (2015), da Recopa Sul-Americana (2022) e Supercopa (2023), ele está a dois títulos de igualar os líderes neste ranking: Ademir da Guia e Junqueira, que conquistaram 12 cada um.

4 visualizações0 comentário
bottom of page