top of page

Dona Iris, ex-deputada federal, morre aos 79 anos

Em novembro de 2022, a ex-primeira dama esteve internada em um hospital da capital por causa de uma infecção nos rins. Esposa de Iris Rezende, que morreu em 2021, ela deixa três filhos.


G1-Goiás

Ex-deputada federal, Dona Iris morre — Foto: Reprodução/Instagram


A ex-deputada federal Iris de Araújo morreu nesta terça-feira (21), em Goiânia. Ela estava internada no Hospital Albert Einstein. Esposa do ex-governador de Goiás e ex-prefeito de Goiânia Iris Rezende, que morreu em 2021, "Dona Iris", como era chamada, deixa três filhos.


A Prefeitura de Goiânia divulgou que Dona Iris foi submetida a uma cirurgia no pulmão, no final de semana, mas não resistiu às complicações. Em novembro de 2022, a ex-primeira dama esteve internada em um hospital da capital por causa de uma infecção nos rins, tendo sido levada a uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).


Iris de Araújo Rezende Machado nasceu em 07 de maio de 1943, em Três Lagoas, Mato Grosso do Sul. Formou-se em artes plásticas pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Esposa do político Iris Rezende, com quem se casou em 1964, Dona Iris é mãe de três filhos: Cristiano (1966), Ana Paula (1968) e Adriana (1972). Apesar de não ter nascido em Goiás, ela recebeu o título honorífico de cidadã goiana em 14 de julho de 1989.


Designada como suplente do senador Maguito Vilela em 1999, Iris de Araújo iniciou sua vida pública ao exercer o cargo de senadora em 2003. Sua primeira candidatura, no entanto, foi em 1994, quando concorreu ao cargo de vice-presidente da República na chapa do PMDB, sigla a qual ainda era filiada. Ela também assumiu o mandato de senadora entre os anos de 2005 e 2006.


Iris de Araújo chegou a presidir o diretório nacional do PMDB entre 1995 e 1998, cargo que voltou a ocupar de forma interina entre os meses de março de 2009 e janeiro de 2010. Ainda em 2006, ela foi eleita para seu primeiro mandato como deputada federal, cargo que exerceu de 2007 até o início de 2011, quando se encerrou o mandato. Reeleita, ela também exerceu o cargo de 2011 até o começo de 2015.


De acordo com a Secretaria de Comunicação da Universidade Federal de Goiás, Dona Iris foi a fundadora do então reconstruído Hospital e Maternidade Dona Iris. Por ter liderado manifestações para que a instituição, que passou por dificuldades, fosse municipalizada, ela foi homenageada em 2012, a partir da reconstrução do hospital que passou a contar com o nome dela.


Dona Iris ainda foi primeira-dama de Goiânia e de Goiás dos cargos eletivos do marido, que foi prefeito da capital goiana e governador do estado - veja abaixo os mandatos de Iris Rezende, em que Dona Iris foi primeira-dama:

  • Prefeito de Goiânia: de 31 de janeiro de 1966 até 20 de outubro de 1969;

  • Governador de Goiás: de 15 de março de 1983 até 13 de fevereiro de 1986;

  • Governador de Goiás: de 15 de março de 1991 até 2 de abril de 1994;

  • Prefeito de Goiânia: de 1 de janeiro de 2005 até 1 de abril de 2010.

  • Prefeito de Goiânia: de 1 de janeiro de 2017 até 31 de dezembro de 2020




33 visualizações0 comentário

תגובות


bottom of page