top of page

Detran afastou 16 ‘servidores turistas’ supostamente envolvidos em fraude de ponto

Investigação interna revela esquema de batimento de ponto irregular e ausência no trabalho



Olha Goiás




O Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) tomou medidas que afastou 16 "servidores turistas" suspeitos de participar de um esquema fraudulento de batimento de ponto. Segundo a autarquia, as irregularidades incluíam casos em que funcionários registravam pontos para colegas e outros que, mesmo registrando presença, não permaneciam efetivamente no local de trabalho.


O presidente do Detran-GO, Delegado Waldir, revelou que alguns servidores batiam o ponto e deixavam imediatamente o local, recebendo remuneração sem cumprir suas responsabilidades laborais. Outras situações envolviam servidores que registravam presença para colegas que não compareciam ao trabalho.


Os nomes dos envolvidos não foram divulgados, impossibilitando o contato para obtenção de posicionamento. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (5), após investigações internas desencadeadas por denúncias recebidas em 2023 e 2024. O Serviço de Inteligência do Detran identificou a participação de servidores efetivos e comissionados no esquema.


Os servidores comissionados correm o risco de demissão, caso as irregularidades sejam confirmadas, enquanto os efetivos poderão passar por sindicância e responder a processos administrativos. A autarquia informou que nove casos foram registrados em 2023, envolvendo a Diretoria de Atendimento, a Gerência de Habilitação e a Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretrans). Em 2024, sete funcionários foram flagrados participando do esquema. Todas as informações serão comunicadas à Polícia Civil.


O presidente do Detran-GO, Delegado Waldir, destacou que os envolvidos se beneficiavam ao não comparecer ao trabalho, recebendo salários indevidos, e alertou para a prática de crimes de falsidade ideológica e estelionato. O caso reforça a importância de medidas rigorosas para coibir fraudes e manter a integridade do serviço público.

2 visualizações0 comentário
bottom of page