top of page

Desde sexta-feira, MEIs de várias capitais não conseguem emitir notas fiscais

Nova plataforma da Receita Federal que centraliza a emissão das NFS-e está com dificuldade para acessar base de dados de prefeituras


Jornal Opção

Foto: Reprodução / Receita Federal


Desde a última sexta-feira, 1º, a Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e) deixou de ser emitida pelos sites das prefeituras e secretarias de finanças. O governo federal agora centraliza a emissão dos documentos em todo o país por meio da plataforma https://www.nfse.gov.br/EmissorNacional.


Entretanto, o portal está com dificuldades para acessar os bancos de dados dos municípios, de forma que contribuintes não conseguem emitir notas fiscais em várias cidades brasileiras.


Goiânia é uma das capitais em que os Microempreendedores Individuais (MEI) não conseguem emitir as notas fiscais há quase uma semana.


Apesar de ter concluir o cadastro no portal com sucesso, contribuintes recebem a seguinte mensagem ao tentar emitir notas fiscais em Goiânia: “o município de incidência identificado não possui convênio com o sistema nacional da NFS-e”.


Servidores da Secretaria de Finanças (Sefin) ouvidos, explicaram que o problema ocorre nas tentativas de a Receita Federal acessar as informações cadastradas na base de dados da prefeitura de Goiânia. Secretários executivos de diversas prefeituras tentam solucionar o problema em conjunto Secretaria Especial da Receita Federal.


Na sexta-feira, Receita Federal publicou nota atribuindo o erro a uma “instabilidade no sistema”, que supostamente se devia “ao aumento no volume de emissão da NFS-e pelos microempreendedores individuais, visto que se iniciou hoje a obrigatoriedade de emissão do documento”.


Entretanto, se o erro for na assimilação das informações de diferentes bases de dados municipais, significará um problema mais grave e de difícil correção do que a mera hospedagem da plataforma.



10 visualizações0 comentário

תגובות


bottom of page