top of page

Dentista presa por deformar pacientes já havia sido condenada por desfigurar nariz de cliente

Hellen Kacia Matias da Silva, de 45 anos, responde por cinco processos éticos, mas registro profissional da dentista continua ativo em Goiás



Jornal Opção

Hellen Kacia Matias da Silva, de 45 anos | Foto: Redes sociais



Presa nesta terça-feira, 30, por deformar o rosto de ao menos 10 pessoas, a dentista Hellen Kacia Matias da Silva, de 45 anos, já responde por cinco processos éticos. Tanto a profissional odontológica quanto uma clínica onde ela atuava já chegaram a ser condenadas pelo Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) em abril de 2023.


A condenação resultou em necessidade de indenizar vítima em R$ 10 mil por ter o nariz desfigurado após procedimentos estéticos. 


Desde o ano passado, Hellen já era investigada por exercício ilegal de prática médica, ano em que ela e outros três dentistas foram denunciados à PC por vítimas que relataram terem sofrido lesões graves decorrentes dos procedimentos malsucedidos. Há ainda denúncias de pacientes, clientes e alunas recebidas pelo Conselho Regional de Odontologia (CRO-GO).


Em nota, o CRO-GO disse que “medidas administrativas pertinentes estão sendo tomadas, obedecendo o devido sigilo aplicável ao caso”. Contudo, o registro profissional da Hellen continua ativo em Goiás. No site da entidade, consta que a profissional é cirurgiã-dentista com especialidade em harmonização orofacial.


Procedimentos proibidos 


A dentista, segundo a PC, realizava cirurgias estéticas expressamente proibidas pelo Conselho Federal de Odontologia, tais como: alectomia (redução do nariz); retirada de pele excessiva dos olhos (blefaroplastia); lipo de papada (face lifting) e otoplastia.


Com mais de 650 mil seguidores nas redes sociais, onde compartilhava procedimentos e cursos que oferecia, Hellen dizia que havia criado o método “power lipo” que, na prática, é uma plástica exclusiva da medicina. O termo, inclusive, não existe na literatura médico-odontológica.



21 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page