top of page

Denúncias de fraude em avaliação psicológica resulta em adiamento do concurso da PC de Goiás

Mais Goiás



As novas etapas do concurso da Polícia Civil de Goiás, conduzido pelo Instituto AOCP, serão adiadas. A decisão ocorreu depois que quase 80 candidatos denunciaram que tiveram laudo do exame psicotécnico assinado por psicólogo que não estava vinculado à banca.

De acordo com os 79 candidatos à vaga de Agente de Polícia da 3ª Classe, o indício de fraude veio à tona depois que os reprovados no certame tiveram recurso negado e procuraram o profissional para tomar ciência dos motivos da desclassificação.


Psicólogo negou envolvimento com certame


Segundo registro feito na Polícia Civil, na referida ocasião, o profissional negou que tivesse feito as avaliações e reforçou que não fazia parte do processo seletivo.

De acordo com a Polícia Civil, o psicólogo, residente na cidade de Maringá, no Paraná, teve o nome e o registro no Conselho Regional de Psicologia (CRP) utilizados de forma indevida.

11 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page