top of page

Delegacia Municipal de Mineiros deflagra operação (morfina) para apurar venda de medicamentos sem receita; 04 pessoas foram presas em flagrante, sendo um médico e dois farmacêuticos

A investigação continua, visando identificar possíveis outros envolvidos.


DELEGACIA MUNICIPAL DE MINEIROS-GO

14ª DELEGACIA REGIONAL DE JATAÍ



A Delegacia Municipal de Mineiros-GO, em agosto do ano passado, recebeu informação de que uma aluna de medicina foi encontrada morta em sua residência, sendo tratado o caso como suicídio.


Durante as investigações, apurou-se que, em verdade, ela sofreu de overdose, tendo adquirido, sem receita e acompanhamento médico, de farmácias da cidade, diversos medicamentos (morfina, ozempic, rivotril, etc.), que, juntos, possivelmente ocasionou a sua morte. A sua intenção, portanto, não era se suicidar.


Munidos dessa informação, a Polícia Civil representou junto ao Poder Judiciário mandados de busca e apreensão (06, no total, sendo 02 em farmácias e 04 em funcionários). Na data de hoje, com o apoio do GEIC-Mineiros e policiais civis da 14ª Regional de Jataí, bem como da vigilância sanitária municipal, deflagrou a operação "Morfina".


Durante as buscas, foi constatado que parte dos investigados, de fato, faziam venda constante de medicamentos, dentre eles alguns que, a depender do caso, pode ocasionar a morte (como aconteceu com a aluna de medicina citada).


Durante a operação e da análise dos celulares apreendidos, apurou-se indícios de como funcionava o esquema: um funcionário e dois farmacêuticos, em conluio, utilizavam-se de receita de um médico só carimbada, visando o fornecimento de medicamentos sem o controle dos órgãos competentes.


Após a colheita dessas informações probatórias, foi iniciada outra operação, qual seja, a de captura dos envolvidos, oportunidade em que todos foram localizados e dada a voz de prisão em flagrante delito, pelo crime de associação criminosa.


A investigação continua, visando identificar possíveis outros envolvidos. Os investigados poderão responder pelo crime de fornecer medicamento em desacordo com receita médica, falsificação de documento, uso de documento falso e associação criminosa.


  • Operação em andamento - a qualquer momento novas informações.

511 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page