top of page

Dado como desaparecido no Vélez, Centurión está em casa, tranquiliza equipe

Presidente do clube havia revelado que atacante ex-São Paulo não aparece para treinar há dias


GE

Centurión, em treino no Vélez Sarsfield, em fevereiro deste ano — Foto: Divulgação/Vélez



O estafe do atacante Ricardo Centuríon, do Vélez, garante que o ex-São Paulo está em casa. O jogador de 31 anos foi tratado como desaparecido há 10 dias pelo presidente do clube argentino, Fabián Berlanga. Nesta quinta-feira, veículos da imprensa argentina informam que o entorno do atleta procurou tranquilizar a situação.


De acordo com o site "Doble Amarilla", Centurión conversou por telefone com sua mãe na noite de quarta e o estafe do jogador afirma que "não há nada para se preocupar". A rádio "Mitre" traz que o atacante argentino se comunicou com o clube na manhã desta quinta, informando que estava em sua residência.


Na quarta, Berlanga havia dito que Centurión não vinha comparecendo aos treinos e tinha cortado toda a comunicação com o clube.

“Centurión desapareceu de um dia para o outro. Não sabemos nada dele. Estamos preocupados. Estamos tentando localizá-lo pelo Google Maps. Mas desligou o telefone e não podemos localizá-lo. Faz 10 dias” disse Berlanga.

Centurión chegou ao Vélez em 2020, mas acumulou problemas extracampo. Foi emprestado ao San Lorenzo e ao modesto Barracas Central, no ano passado. Em 2024, retornou ao Fortín, mas não foi utilizado e fazia um trabalho separado do restante do grupo.


– Ele é um rapaz que está se recuperando. Estamos dando a ele todas as possibilidades de treinar. Esperamos recuperá-lo como pessoa e dar-lhe a oportunidade de estar no grupo, de ser mais um, e a partir daí, se estiver tudo bem, vamos tratá-lo como mais um jogador, como ele é – comentou o presidente do Vélez, à Rádio La Red.


Em fevereiro, Centurión chegou a ser relacionado em um jogo da equipe de Liniers. A última partida oficial do atacante foi em abril do ano passado, pelo Barracas Central. Ele tem contrato com o Vélez até o fim deste ano.

“É muito triste, porque nos colocamos à disposição”, desabafa Fabián Berlanga.

Centurión atuou no São Paulo entre 2015 e 2016 e fez oito gols em 80 jogos. Do Tricolor, foi para o Boca Juniors e passou por Genoa, Racing, Atlético San Luís, do México, antes de chegar ao Vélez.


9 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page