top of page

Cruzeiro oficializa acerto de Ronaldo com Pedro Lourenço para SAF e explica acordo

Globo Esporte



O Cruzeiro oficializou, na noite desta sexta, o acordo entre Ronaldo e empresário Pedro Lourenço para investimentos na SAF do time mineiro. O aporte (em torno de R$ 100 milhões, segundo apurou o ge) será feito por meio de recursos que poderão ser transformados (e garantidos em contrato) em ações da SAF, posteriormente. Não haverá mudança no quadro societário, inicialmente, e nem ingerência na gestão da equipe do Fenômeno.

Segundo o comunicado da Tara e veiculado pelo Cruzeiro, o acordo com Pedro Lourenço "contempla uma subscrição de debêntures conversíveis - que já estava planejada - sendo que os recursos captados pela Tara será utilizados exclusivamente para necessidades operacionais do Cruzeiro SAF".

Segundo o Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES), as "debêntures conversíveis garantem a seu titular a opção de converter seu crédito (recursos injetados) em uma quantidade de ações da sociedade emissora (Cruzeiro), conforme termos e condições especificados na escritura de emissão elaborada por essa companhia".

Ou seja, Pedro Lourenço irá injetar recursos no Cruzeiro como se fosse um empréstimo e, a partir dos termos que regem o acordo com Ronaldo Fenômeno, poderá transformar estes créditos em ações do time mineiro.

O comunicado da Tara Sports não cita os valores que serão investidos, nem como eles serão realizados e nem quais os termos e condições para Lourenço fazer valer a transformação dos créditos ações.

Mas, nos bastidores, o valor a ser investido seria proporcional a uma fatia de 20% da SAF do Cruzeiro e superior a R$ 100 milhões. O time mineiro informou que o valor será investido exclusivamente em "necessidades operacionais", mas também não explicou quais são essas necessidades.

Quadro societário da SAF: 90% Tara Sports Brasil (Ronaldo) e 10% Associação Cruzeiro

Com o acordo, Pedro Lourenço, na prática, passa a ser o maior credor do Cruzeiro. Na recuperação judicial da associação, ele já possui quatro lançamentos que, somados, estão em R$ 25.394.646.

Segundo o site da Receita Federal, a Tara Sports Brasil tem capital social de R$ R$50.010.000, com quadro societário composto por Ronaldo Fenômeno e que tem como administradora/presidente Viviane Leal da Costa Barros Freitas, que cuida da vida financeira e patrimonial do Fenômeno.

Pedro Lourenço é cruzeirense declarado e próximo de Ronaldo desde a chegada do Fenômeno à Raposa. Ele estava há dias em negociação com o Fenômeno para acertar os detalhes. A intenção da equipe de Ronaldo é dedicar o aporte para potencializar o trabalho de recuperação do clube que já foi iniciado. Destinando o dinheiro a reformas de estrutura, investimento no clube e na base, entre outros.

7 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page