top of page

Cruzeiro na Copa do Brasil: Pepa estreia com discurso mais ambicioso e mira premiação

Globo Esporte


Maior campeão da história da Copa do Brasil e único bicampeão consecutivo do torneio, o Cruzeiro inicia, nesta quinta-feira, a sua 28ª participação, diante do Náutico, na terceira fase da competição. Um caminho curto para atingir o primeiro objetivo da diretoria, mas apenas o início da trajetória ambiciosa de Pepa no torneio.

Desde que o Cruzeiro foi assumido pela gestão de Ronaldo Fenômeno, o clube estabelece um planejamento a curto, médio e longo prazo. Na Copa do Brasil deste ano, a missão é chegar ao menos até as oitavas de final, como no ano passado, quando foi eliminado pelo Fluminense.

Mas, em 2022, para chegar até essa fase, o time teve que participar de duas fases a mais. Ambas com jogo único - que em 2022 já deixaram três equipes da Série A pelo caminho. Na primeira, goleou o Sergipe e, na segunda, bateu o Tuntum-MA, em um duelo de logística complicada até o interior de Maranhão.

Neste ano, por ter sido campeão da Série B 2022, entrou direto na terceira fase e basta passar do Náutico para cumprir o objetivo mínimo da gestão de Ronaldo. Caso consiga, garantirá R$ 3,3 milhões de premiação, somando R$ 5,4 milhões, no acumulado. O valor corresponde a mais da metade de uma folha salarial do clube para a temporada.

Se a diretoria do Cruzeiro pretende avançar ao menos uma fase da competição, Pepa olha mais para frente. Diferentemente de Pezzolano, que estava alinhado ao discurso da gestão, o português quer fazer valer a tradição do clube na história da Copa do Brasil.

"Tudo é um processo evolutivo e de trabalho, com ambição alta, como falei na apresentação. Somos o Rei de Copas."

- Portanto, um objetivo bem definido e legitimo, não é só ir o mais longe possível, mas de ter essa ambição aqui dentro (da cabeça) de chegar na final e ganhar a Copa. Sabemos que o percurso é longo, é difícil e só se consegue com muito trabalho, com muito espírito de sacrifício - detalhou o treinador em uma de suas primeiras declarações.

Caso atinja seu objetivo, Pepa será o primeiro estrangeiro a conquistar a Copa do Brasil pelo Cruzeiro. Nos seis títulos, a equipe tinha brasileiros no comando: Pinheiro (1993), Levir Culpi (1996), Marco Aurélio (2000), Vanderlei Luxemburgo (2003) e Mano Menezes (2017 e 2018).

Pepa, juntamente da sua comissão, chega para a partida de estreia com duas vitórias em compromissos não oficiais. Na estreia, venceu amistoso contra o Bragantino por 3 a 2; depois, fez jogo-treino contra o Juventude, vencido por 3 a 1, na Toca da Raposa.

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page