top of page

Cruzeiro bate Atlético-MG por 2 x 0 e mantém tabu na casa do rival

Jogo pelo Campeonato Mineiro, realizado na Arena MRV, terminou em 2 a 0 para o Cruzeiro, invicto na casa do rival




Metrópoles



Em um clássico marcado pelo equilíbrio, o Cruzeiro definiu a vitória de 2 a 0 sobre o Atlético-MG com dois gols no fim da partida. O jogo foi realizado na Arena MRV, em Belo Horizonte, e foi palco de diversas confusões entre os torcedores nas arquibancadas. Em dois jogos na casa atleticana, os cruzeirenses apresentam 100% de aproveitamento.


Zé Ivaldo, de cabeça, e João Pedro, em jogada individual, construíram o placar do triunfo no Estadual. Com o resultado, os cruzeirenses chegam aos sete pontos (mesma pontuação do Tombense) no Grupo A. O revés mantém o Atlético-MG com três pontos na Chave B.


O clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro contou com um espectador ilustre na noite deste sábado. Dorival Júnior, técnico da Seleção Brasileira, esteve presente no estádio para assistir à partida. Neste domingo, ele também vai estar em Belo Horizonte para assistir à final da Supercopa Rei que terá Palmeiras e São Paulo como finalistas.


Jogando sob o apoio de sua torcida, o Atlético-MG logo tomou a iniciativa de ir para o ataque. Com Scarpa responsável pela criação e a constante movimentação de Hulk e Paulinho na frente, os atleticanos criaram a melhor chance de abrir o placar aos 15 minutos.


Aproveitando um espaço pela direita, Paulinho entrou na área em condições de marcar e finalizou. Rafael Cabral foi preciso na saída de gol e conseguiu bloquear o chute em uma defesa arrojada.


O Cruzeiro respondeu com o jogo aéreo. Em um cruzamento da direita, Matheus Pereira fechou pelo lado esquerdo e cabeceou com perigo. A bola subiu e assustou o goleiro Everson, que estava batido no lance.


No segundo tempo, as duas equipes optaram por uma estrutura mais cautelosa e a partida ficou concentrada no meio-campo. O Atlético-MG até apostou em lançamentos longos para a velocidade de seus atacantes, mas não conseguiu ser efetivo.


Um lance de bola parada decidiu o clássico. No escanteio cobrado da direita, a zaga do Atlético-MG rebateu. Marlon jogou a bola na área novamente e Zé Ivaldo, de cabeça, fez aos 36 minutos.


O time da casa foi para o tudo ou nada e acabou levando o segundo. Em uma retomada de bola, João Pedro deu uma arrancada, ganhou na velocidade da marcação e chutou na saída do goleiro para fazer 2 a 0 e selar a vitória.


2 visualizações0 comentário
bottom of page