top of page

Fluminense espera manter invencibilidade em estreias na Libertadores

Globo Esporte


O Fluminense estreia na Libertadores nesta quarta-feira, contra o Sporting Cristal, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Nacional de Lima. Além do objetivo de começar o torneio com o pé direito, o time de Fernando Diniz poderá ampliar o retrospecto positivo nas estreias da competição. Ao todo, são quatro vitórias e quatro empates nos primeiros duelos das oito edições que disputou, sendo sete vezes na fase de grupos e uma vez na pré-Libertadores.

Esta será a nona Libertadores que o Fluminense jogará. Antes disso, o clube disputou a fase de grupos em 1971, 1985, 2008, 2011, 2012, 2013 e 2021, além da pré-Libertadores em 2022.

Embalado pelo título brasileiro de 1970, o Fluminense fez seu primeiro jogo na competição logo contra o Palmeiras. Em São Paulo, o time de Mário Jorge Zagallo venceu por dois a zero, com dois gols do atacante Flávio Minuano.

Mesmo com a vitória na estreia, a equipe não conseguiu se classificar para a segunda fase. Nos dois últimos jogos da fase de grupos, o Flu perdeu para o modesto Deportivo Itália, da Venezuela, e sofreu a revanche do Palmeiras, que foi o único time que avançou no grupo - o Deportivo Galicia, também da Venezuela, foi o lanterna da chave.

O roteiro da Libertadores de 1985 foi parecido com a de 1971. Campeão brasileiro de 1984, o Flu estreou no torneio continental do ano seguinte contra o Vasco. O clássico naquela época reunia grandes jogadores. Do lado tricolor, o "Casal 20" formado por Washington e Assis vivia seu auge. Já no Vasco, Roberto Dinamite auxiliava Romário nos primeiros passos da carreira.

A partida foi a altura dos craques que estavam em campo. Romerito (duas vezes) e Leomir marcaram para o Tricolor, enquanto Roberto Dinamite e Nenê (também duas vezes) balançaram as redes para o Vasco no empate em 3 x 3 no Maracanã.

O grupo da morte, porém, complicou a vida do time do técnico Nelsinho. A equipe perdeu duas vezes para o futuro campeão Argentinos Juniors, empatou novamente com o Vasco e teve um empate e uma derrota para o Ferro Carril Oeste, da Argentina. Com apenas quatro pontos, o Flu terminou a fase de grupos sem a classificação, em terceiro lugar.

7 visualizações0 comentário
bottom of page