top of page

Contra Ferj e Flamengo, Botafogo e Vasco alinham postura nos bastidores

Globo Esporte

Vasco e 777 buscaram apoio do Botafogo na questão dos direitos de transmissão do Campeonato Carioca — Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

A posição pública da dupla Botafogo e Vasco mostra um alinhamento que se estreita nos bastidores nas últimas semanas. As lideranças das duas SAFs cariocas, descontentes com a Ferj e o próximo Estadual, perceberam interesses parecidos e entrosaram discursos de oposição à atual divisão dos direitos de transmissão.

Ficou evidente a união de forças nos últimos dias, quando a dupla divulgou notas oficias parecidas com críticas à federação e à empresa responsável por negociar os direitos. A discordância está na proposta para o rival Flamengo, que receberia o dobro em comparação com cada um dos outros três grandes do estado.

Na última sexta, ao confirmar a informação de que o Flamengo receberia R$ 18 milhões pelos direitos de transmissão, o Vasco mudou o tom em relação ao Carioca e comunicou que não assinaria o acordo nos termos da entidade. O clube fez duras críticas à direção do Flamengo. Em nota, afirmou que o adversário "parece ainda não ter entendido que futebol não se joga sozinho”.

No mesmo dia executivos da 777 entraram em contato com John Textor, alinharam uma postura nos bastidores e partiram para o ataque. No sábado, o Botafogo comunicou que também não assinaria os termos. O Fluminense engrossou o coro em seguida, embora o Vasco acredite que o clube das Laranjeiras não queira entrar na briga com o Flamengo, por conta da parceria na administração do Maracanã, mas trate como positiva a adesão da diretoria tricolor.

No primeiro encontro em arbitral, no início de novembro, quando a Ferj apresentou a proposta de comercialização dos direitos do Carioca, Flamengo e Fluminense não enviaram representantes. Os rubro-negros ainda não se manifestaram sobre o assunto.

3 visualizações0 comentário
bottom of page