top of page

Concurso unificado da Justiça Eleitoral: inscrições abertas para 389 vagas

Certame oferece oportunidades em 26 tribunais regionais; remuneração chega a quase R$ 14 mil


Olha Goiás



As inscrições para o aguardado concurso unificado da Justiça Eleitoral começaram nesta terça-feira, 4 de junho, às 17 horas. Os interessados têm até 18 de julho, às 18 horas, no horário oficial de Brasília, para se candidatarem a uma das 389 vagas disponíveis em todo o país.


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e 26 tribunais regionais eleitorais (TREs) oferecerão oportunidades tanto para analistas judiciários quanto para técnicos judiciários, além da formação de cadastro reserva. As remunerações variam entre R$ 8.529,65 e R$ 13.994,78, conforme o cargo, com uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.


A expectativa é de que as provas objetivas e discursivas aconteçam em 22 de setembro de 2024, simultaneamente nas cidades sedes dos tribunais eleitorais.


Inscrições e requisitos


Para se inscrever, os candidatos devem acessar o site do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), responsável pela organização do concurso. Aqueles que se encaixam nos critérios de baixa renda e doadores de medula óssea podem solicitar a isenção da taxa de inscrição, também disponível no mesmo endereço eletrônico.


Para concorrer às vagas reservadas para pessoas com deficiência (PcD), é necessário apresentar um laudo médico atualizado, com no máximo 36 meses de emissão, durante o período de inscrição.


A taxa de inscrição é de R$ 130 para os cargos de analista judiciário e R$ 85 para os cargos de técnico judiciário, podendo ser paga por meio da Guia de Recolhimento da União (GRU Cobrança) em qualquer banco, casa lotérica ou agência bancária, além de opção via Pix.


Distribuição dos cargos


O edital, publicado no Diário Oficial da União, detalha a distribuição das vagas entre os tribunais regionais eleitorais das 26 unidades da federação, exceto Tocantins, que não participará devido à validade de um concurso anterior.


As vagas para analista judiciário abrangem diversas especialidades, como administrativa, contabilidade, enfermagem, entre outras. Já para os técnicos judiciários, há oportunidades nas áreas administrativa, agente da polícia judicial e programação de sistemas.


As vagas estão distribuídas entre os tribunais regionais eleitorais de todo o país, desde o Tribunal Superior Eleitoral até os tribunais regionais eleitorais dos estados, totalizando 389 oportunidades para quem busca uma carreira na Justiça Eleitoral.


Os tribunais que participarão do processo seletivo são:


- Tribunal Superior Eleitoral;

- Tribunal Regional Eleitoral do Acre;

- Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas;

- Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas;

- Tribunal Regional Eleitoral do Amapá;

- Tribunal Regional Eleitoral da Bahia;

- Tribunal Regional Eleitoral do Ceará;

- Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal;

- Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo;

- Tribunal Regional Eleitoral de Goiás;

- Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão;

- Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais;

- Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso;

- Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul;

- Tribunal Regional Eleitoral do Pará;

- Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba;

- Tribunal Regional Eleitoral do Paraná;

- Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco;

- Tribunal Regional Eleitoral do Piauí;

- Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro;

- Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte;

- Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul;

- Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia;

- Tribunal Regional Eleitoral de Roraima;

- Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina;

- Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe;




9 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page