top of page

Com folga no calendário, Vítor Pereira ganha opções na defesa do Flamengo

Globo Esporte


Os 12 dias de intervalo entre as semifinais e as finais do Campeonato Carioca servem para Vítor Pereira ganhar mais opções para arrumar a defesa do Flamengo. A folga no calendário dá a chance de jogadores do setor recuperarem a forma física ou tentarem retomar espaço no equipe.

São os casos de Léo Pereira, Filipe Luís e Pablo. Dois zagueiros e um lateral que pode atuar tanto na ala, para concorrer com Ayrton Lucas, como na linha de três defensores que Vítor Pereira montou nos últimos jogos. O ge detalha a situação de cada um.


Léo Pereira


Titular até a disputa do Mundial de Clubes, o zagueiro só iniciou uma partida desde a volta do Marrocos. O motivo maior foi a lesão muscular que o deixou fora de condição por mais de um mês. Hoje, o atleta está 100% fisicamente e à espera de mais minutos.

A decisão depende de Vítor Pereira, e pessoas do clube apontam o menor espaço ao zagueiro justamente pelo tempo perdido de treino após o Mundial. Foi quando o treinador se deu liberdade para começar as mudanças táticas que pretende implementar no Flamengo. Nesse período, Fabrício Bruno herdou a vaga e correspondeu.


Filipe Luís


O caso do lateral-esquerdo é parecido, só que mais grave. O jogador tem apenas dois jogos na temporada porque, depois de se recuperar de lesão no joelho, sofreu uma outra, no pé, que o deixou indisponível por um mês e meio. Nos 3 a 1 sobre o Vasco, no último dia 19, ele foi relacionado pela primeira vez após a recuperação.

Em forma, o veterano vira opção para a ala esquerda, onde Ayrton Lucas é titular, e também para a zaga do 3-4-3 de Vítor Pereira. O defensor já fez a função em outros momentos no Flamengo e deu qualidade à saída de bola.


Pablo


A situação do zagueiro ainda é incerta. Diferentemente dos outros dois companheiros, o jogador ainda está em recuperação. Pablo trata lesão muscular na coxa esquerda e não tem presença garantida na relação do primeiro jogo contra o Fluminense, no próximo dia 1, às 20h30 (de Brasília), no Maracanã.

Só que há otimismo, porque a contusão foi considerada um pouco menos complicada do que a avaliação inicial sugeria. Mesmo assim, será uma corrida contra o tempo para se colocar como alternativa para o treinador português.

9 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page