top of page

Com contrato até junho no PSG, Messi tem futuro incerto

Diretoria do clube francês deu sinal de que deseja estender o acordo com o argentino, mas times do mundo inteiro querem Messi



R7



Lionel Messi é, sem dúvida, um dos maiores jogadores do elenco do Paris Saint-Germain. Após deixar o Barcelona, em 2021, o argentino chegou a terras francesas e tem contrato com o clube até o dia 30 de junho de 2023.


Faltam poucos meses para o fim do contrato, e o craque pode renovar o vínculo com o time por mais uma temporada ou assinar com outras equipes, como jogador livre no mercado da bola.


Luis Campos, diretor do PSG, afirmou, em participação no programa francês Téléfoot, que quer que Messi continue no projeto do clube. Para isso, as partes discutem sobre um novo contrato.


"Estamos discutindo para atingir o objetivo e fazer ele continuar com a gente", disse


Por mais que a imprensa espanhola crave que o argentino deve retornar ao Barça, a realidade pode ser um pouco diferente. É verdade que o jogador saiu do clube catalão contra a sua vontade. No entanto, o time enfrenta uma difícil situação financeira, que o impede de arcar com os custos do ídolo.


Joan Laporta, presidente do Barcelona, não quer criar expectativas nos torcedores, mas também não esconde a vontade de ter o jogador de volta.


"Adoraria [que Messi voltasse]. O que não quero é criar expectativas que tenham muita dificuldade. As alavancas foram feitas para salvar o clube porque estava em uma situação muito difícil", confirmou


Outra opção de Messi é o ingresso na MLS, liga de futebol dos Estados Unidos. O Inter de Miami, clube de David Beckham, é o mais interessado. Durante a Copa do Mundo, um jornal americano afirmou que o clube acredita na contratação do argentino para um grande projeto.


Além de Europa e Estados Unidos, o jogador pode se mudar para a Arábia Saudita, para atuar no Al-Hilal, o maior rival do Al-Nassr de CR7.


Segundo o periódico espanhol Marca, o clube árabe estaria disposto a pagar um salário superior a 350 milhões de euros (R$ 1,97 bilhão) por temporada para ter o argentino no elenco. A equipe teria até solicitado uma ajuda do governo do país para fazer a grande oferta para o atacante do PSG.


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Fórmula 1 divulga calendário de 2025 com 24 corridas

A modalidade manteve o mesmo número de corridas de 2024 para o calendário do ano que vem. Veja a partir de quando a temporada começa Metrópoles A Fórmula 1 confirmou o calendário de 2025 com 24 etapas

Comments


bottom of page