top of page

Com aval de Tite, Matheus Gonçalves projeta excelente retorno ao Flamengo

Globo Esporte


Apesar da banalização recente do termo "joia", Matheus Gonçalves não é uma revelação qualquer dentro do Flamengo. O garoto de 18 anos é visto como alguém com grande potencial para dar importante retorno esportivo e financeiro ao clube.

Em entrevista ao ge durante o oitavo futebol beneficente da organização filantrópica Craques da Paz, na terça-feira, Gonçalves diz ter amadurecido e mostrou otimismo em relação a um "excelente retorno".

- Expectativa é a melhor possível. Acredito que fiz uma boa temporada com o Bragantino, ganhei mais experiência, rodagem e estou mais maduro. Vai ser um excelente retorno. Espero receber oportunidades, porque vou contribuir e vou dar o meu máximo para continuar no Flamengo nesse ano.

Tite ainda não conversou diretamente com Matheus Gonçalves, mas o ge apurou que o treinador tem a joia nos planos para a temporada de 2024.

- Acho que vão acontecer mais agora (as conversas) quando a gente começar a treinar, mas acredito que sim. E estou de volta.

Perguntado sobre o que o período de três meses no Bragantino influenciou em termos de evolução, Gonçalves insistiu na questão da experiência e enfatizou estar "mais pronto".

Foram 13 jogos pelo Bragantino, quatro como titular e uma assistência. Com a camisa do Flamengo, são 16 partidas e dois gols marcados.

- Acho que no meu futebol eu continuo mesma pessoa. Acredito que melhorei mais na parte humana. Joguei contra mais times, fiz mais viagens. Ganhei mais rodagem e bagagem. Estou mais pronto.

Matheus Gonçalves também não escondeu a grande expectativa pelos primeiros contatos com Tite, treinador que acompanha desde quando era criança.

- É muito único um momento como esse porque é um treinador de Copa do Mundo, de seleção brasileira. Eu o via novinho. Ainda sou novo, mas digo de quando era criança e o via treinar a Seleção e o Corinthians também. Baita de um treinador. Espero trazer confiança para ele também.

No fim da entrevista, perguntado se já ligou para Léo Ortiz, seu companheiro no Bragantino, para saber de um possível acerto, Matheus riu e se esquivou:

- Não sei (risos), aí depende deles.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page