top of page

Chuva começa a perder força e estiagem volta a predominar em Goiás

Chuvas devem persistir até sexta-feira, 1º, fazendo com que a estiagem volte a predominar


Jornal Opção

Sol deve voltar a castigar população. (Foto: Reprodução)


Para a alegria de alguns e tristeza de outros, a chuva deve persistir apenas até sexta-feira, 1º, em algumas regiões de Goiás. A partir do sábado, 2, e até outubro a estiagem e as altas temperaturas voltarão a predominar, conforme o Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás (Cimehgo).


A chuva começa a perder força nesta quinta-feira, 31, mas algumas regiões do Estado ainda podem registrar pancadas de chuva. A região Sul e Sudoeste, por exemplo, pode registrar até 20 mm e 15 mm, respectivamente. Em contrapartida, a Região Oeste e Norte possuem prognóstico de 8 mm cada.


Um dos municípios que pode ser agraciado com a chuva é Goiânia. Mesmo com a temperatura máxima podendo chegar aos 32ºC, a água deve cair sobre a capital devido a variação de nebulosidade e sol, combinadas com o calor e a umidade vinda da região norte do Brasil.

Para a alegria de alguns e tristeza de outros, a chuva deve persistir apenas até sexta-feira, 1º, em algumas regiões de Goiás. A partir do sábado, 2, e até outubro a estiagem e as altas temperaturas voltarão a predominar, conforme o Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás (Cimehgo).


A chuva começa a perder força nesta quinta-feira, 31, mas algumas regiões do Estado ainda podem registrar pancadas de chuva. A região Sul e Sudoeste, por exemplo, pode registrar até 20 mm e 15 mm, respectivamente. Em contrapartida, a Região Oeste e Norte possuem prognóstico de 8 mm cada.


Um dos municípios que pode ser agraciado com a chuva é Goiânia. Mesmo com a temperatura máxima podendo chegar aos 32ºC, a água deve cair sobre a capital devido a variação de nebulosidade e sol, combinadas com o calor e a umidade vinda da região norte do Brasil.


“A chuva está caindo de maneira bastante irregular, são chuvas convectivas. A tendência é que no final de semana o tempo comece a ficar mais estável. Já na próxima semana, até o momento, não temos prognóstico de chuvas”, afirmou o gerente do Cimehgo, André Amorim.


Alerta


O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) publicou, nesta quarta-feira, 30, um alerta amarelo com classificação de “perigo potencial” devido ao risco de chuvas intensas em Goiás. O alerta, que tem duração até às 10h desta quinta-feira, 31, abrange as regiões Leste, Centro, Sul, Norte e Noroeste de Goiás, além do Distrito Federal.


De acordo com o alerta do instituto, há possibilidade de chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia e ventos intensos (40-60 km/h), porém, com “baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas”, informa.


O Inmet instrui ainda que, em caso de rajadas de vento, a pessoa não deve se abrigar debaixo de árvores devido ao risco de queda e descargas elétricas, e nem estacionar veículos próximo a torres de transmissão e placas de propaganda.


“Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada” e “obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193)”.

15 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page