top of page

Chineses visitam Goiás para trocar informações sobre gestão de parques e combate a queimadas

Mais Goiás


Parque Estadual da Serra de Caldas Novas, que está no roteiro dos chineses (Foto: Governo de Goiás)


Uma comitiva formada por seis representantes do governo da China chega a Goiás no dia 10 de julho para trocar conhecimento sobre gestão de parques estaduais e demais unidades de conservação. Eles serão recebidos e acompanhados por técnicos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) ao longo da estadia.


Integram a comitiva Tian Jianhui, vice-líder do Departamento Provincial de Florestas e Pastagens de Hebei; Sun Shutang e Di Taichang, ambos da Divisão de Prevenção ao Fogo do departamento; Zhang Xuesong, diretor do Departamento Municipal de Recursos Naturais e Planejamento de Baoding; Cui Ju, diretor do Departamento Municipal de Florestas e Pastagens da Cidade de Zhangjiakou; e Li Jian, diretor do Departamento de Florestas e Pastagens da Cidade de Chengde.


Está prevista a visita dos chineses ao Parque Estadual da Serra de Caldas Novas (Pescan) no dia 11 de junho. Lá, devem assistir à apresentação da Semad sobre as 24 unidades de conservação administradas pelo Governo de Goiás e farão um passeio pelo parque. “Aqui eles conhecerão várias fitofisionomias do Cerrado e terão a oportunidade de ver uma amostra do trabalho que fazemos cotidianamente para preservar o bioma”, afirma a secretária Andréa Vulcanis.


No dia seguinte, o grupo deve assistir a uma apresentação feita pela Semad e pelo Corpo de Bombeiros com foco no monitoramento da vegetação e de incêndios, a se realizar na sala de situação da Defesa Civil, em Goiânia.


O chefe do Gabinete de Assuntos Internacionais do Governo de Goiás, Giordano Souza, explica que a visita da comitiva é resultado da parceria que o Estado construiu com a província chinesa de Hebei nos últimos anos. Em junho do ano passado, esse intercâmbio cultural e comercial se estreitou com a visita do vice-governador Daniel Vilela à província.


“Temos um acordo de irmandade com Hebei, que desde o ano passado manifesta o desejo de mandar um grupo para conhecer a gestão ambiental de Goiás. Eles querem saber como a gente consegue preservar o Cerrado e proteger o bioma em face das vulnerabilidades”, afirma Giordano. “Hebei tem um especial interesse em conhecer nossas técnicas de prevenção e combate a queimadas florestais”, complementa.

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page