top of page

Chegadas de Coronado e Matheuzinho vão deixar folha do Corinthians em R$ 20 milhões

Rozallah Santoro, diretor financeiro do Timão, detalhou as contas alvinegras; dívida total do clube atinge a casa dos R$ 1,650 bilhão




GE

Folha salarial do elenco do Corinthians é de R$ 20 mi ao mês — Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians



O Corinthians terá uma folha salarial de cerca de R$ 20 milhões com as chegadas do meia Igor Coronado e do lateral-direito Matheuzinho. Os dois estão próximos de finalizarem a ida para o Timão e devem ser confirmados ainda nesta semana como reforços para o elenco de António Oliveira.


Segundo o diretor financeiro do clube, Rozallah Santoro, o Corinthians deve manter o patamar salarial da temporada passada com a chegada de novos reforços. A mudança nos planos da gestão, que objetivava a redução dos custos, tem a ver entre outros fatores com o dinheiro oriundo da televisão.


– Temos que encarar essa dívida, não posso abrir mão da performance esportiva, já que 30% de dinheiro da televisão vêm de resultado em campo. A proposta inicial era de redução da folha, mas até em função dos novos patrocínios e de dinheiro novo que está entrando no clube, resolvemos manter o orçamento em R$ 20 milhões por mês – disse, em entrevista ao "Bandsports".


– Se a gente pensar nas contratações que foram feitas, só em salários, encargos e direitos de imagem, com os dois jogadores que vêm se falando no apagar das luzes, o Matheuzinho e o Igor Coronado, a gente completa esse custo na casa dos R$ 20 milhões. Como equilibra? Tem fluxo de receita entrando, tive que fazer investimento para trazer jogadores – acrescentou.


De acordo com o dirigente, o impacto das novas contratações está na casa dos R$ 100 milhões de investimento somente em 2024. O dinheiro da venda de Gabriel Moscardo, na casa dos R$ 90 mi, será usado para aliviar a situação financeira neste ano.


O dirigente ainda confirmou alguns números sobre o investimento mensal na contratação de Igor Coronado e atualizou a questão dos direitos de imagem atrasados com o elenco, que vem desde a gestão passada.


– Número que vi é na casa dos R$ 2 milhões por mês. Salários estão em dia. Direitos de imagem alguns estão atrasados desde outubro do ano passado. Último pagamento teria sido em outubro. Assumimos com dois meses de atraso e nesse primeiro mês de gestão ainda não conseguimos colocar em dia – comentou.



2 visualizações0 comentário

תגובות


bottom of page