top of page

Casos de dengue no país têm 'boom' em 2024 e dobram em relação ao mesmo período de 2023

Aumento de casos ocorre em meio ao anúncio do governo de que o número de doses da vacina de dengue só dará para imunizar no máximo 3 milhões de pessoas neste ano.



G1

Mosquito Aedes aegypti é responsável pela transmissão da dengue — Foto: Lauren Bishop



O número de casos de dengue nas duas primeiras semanas de 2024 foi mais do que o dobro do registrado no mesmo período do ano passado, segundo dados do Ministério da Saúde.


Nas duas primeiras semanas deste ano, houve 55.859 casos prováveis de dengue no país. Seis pessoas morreram por complicações da doença. A incidência de casos neste ano é de 27,5/100 mil habitantes.


No mesmo período de 2023, haviam sido registrados 26.801 casos, com 17 mortes.


O aumento de casos ocorre em meio ao anúncio do governo de que o número de doses da vacina de dengue só dará para imunizar no máximo 3 milhões de pessoas em 2024.


Considerada pelo ministério como a arbovirose urbana mais prevalente nas Américas, principalmente no Brasil, a dengue é transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti.


O período do ano com maior transmissão é justamente nos meses mais chuvosos de cada região, geralmente de novembro a maio, e, portanto, o alerta é para o combate ao mosquito.


Água parada é o principal foco, e os ovos do mosquito podem sobreviver por um ano no ambiente.


A infectologista Luana Araújo afirma que o cenário para 2024 é "extremamente preocupante com relação às arboviroses de uma forma geral" em razão do momento climático favorável para a proliferação do mosquito em razão do El Niño com um calor intenso e muita chuva.



15 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page