top of page

Casal fica gravemente ferido após incêndio que teria sido causado por curto-circuito em carregador de celular, dizem bombeiros

Uma das vítimas conseguiu arrombar as portas com chutes e murros para se livrar das chamas. Casal teve intoxicação severa por inalar fumaça.



G1-Goiás

Imagens mostram bombeiros combatendo chamas durante incêndio em casa de Rio Verde — Foto: Divulgação/Bombeiros



Um casal ficou gravemente ferido após um incêndio que teria sido causado por curto-circuito em um carregador de celular, na casa em que os dois moravam, em Rio Verde, no sudoeste do estado. Segundo o Corpo de Bombeiros, que foi acionado por um vizinho, uma das vítimas conseguiu arrombar a porta com chutes e murros para sair das chamas.


O incêndio aconteceu na quarta-feira (26). Os bombeiros informaram que o homem teve queimaduras nos antebraços e lesões pelo corpo ao tentar arrombar a porta.


O casal se intoxicou com a fumaça causada pelo fogo e tiveram as vias áreas queimadas por conta da inalação. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foi acionada e atendeu o homem, que foi identificado como Jair.


Já a mulher, que foi identificada como Fabíola, foi atendida pelos bombeiros e encaminhada a uma unidade de saúde do município. Ela teve intoxicação severa causada pela fumaça.


Devido a gravidade dos ferimentos, Fabíola foi transferida para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira GO (Hugol). Jair deve ser encaminhado para o mesmo local na tarde desta quinta-feira (27).


Ainda segundo os bombeiros, a própria Fabíola, enquanto ainda estava consciente, contou aos militares que o fogo começou após um curto-circuito em um carregador de celular.


A casa passou por perícia da Polícia Civil, que investiga as causas do incêndio.


138 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page