top of page

Casal e rival são presos suspeitos de causar tiroteio que matou uma pessoa e deixou quatro feridas em Doverlândia

Polícia diz que os dois homens tinham desavenças antigas, por ciúmes da mulher de um deles. Três pessoas que não tinham nada a ver com a desavença foram baleadas e uma morreu.



G1-Goiás

Casal e um homem, de 44 anos, suspeitos de terem iniciado um tiroteio em uma festa de réveillon, em Doverlândia — Foto: Divulgação/Polícia Civil




A Polícia Civil prendeu um casal e um homem, de 44 anos, suspeitos de terem iniciado um tiroteio em uma festa de réveillon, em Doverlândia, no sudoeste do estado. O casal e o outro suspeito tinham desavenças antigas e, após uma provocação, passaram a trocar tiros no evento. Um homem, de 55 anos, morreu e outras três pessoas ficaram feridas na confusão.


O nome de nenhum dos três investigados foi revelado pelas autoridades policiais.


Os mandados de prisão preventiva foram cumpridos na segunda-feira (8). Conforme as investigações, os dois homens tinham desavenças antigas, por ciúmes da mulher de um deles.


No dia da festa, que celebrava a virada do ano, o homem de 44 anos atirou contra o chão, próximo ao pé do rival, como uma forma de intimidá-lo. Com isso, os dois começaram a brigar. Segundo a polícia, a mulher, então, buscou uma pistola no carro, entregou ao marido e o incentivou a matar o rival a tiros.



Mesmo com a multidão de pessoas que havia no local, o homem pegou a pistola e realizou inúmeros disparos com a arma em direção ao rival e a todas as pessoas que estavam próximas a ele.


Um dos tiros atingiu o rival na região na coxa, mas outras pessoas que não tinham nada a ver com a desavença também foram baleadas. Um homem, de 55 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no evento.


Um adolescente, de 14 anos, um rapaz, de 20, e uma mulher, de 31, também foram baleados. Os três continuam internados até a tarde de terça-feira (9), mas segundo a polícia, não correm risco de morte.

30 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page