top of page

Casal denuncia furto de carro que, na verdade, foi vendido por eles em Jataí


Mulher foi indiciada por comunicação falsa de crime e o homem por denunciação caluniosa


Mais Goiás

Casal vende carro, diz que foi furtado e é indiciado por comunicar falso crime em Jataí (Foto: Jucimar de Sousa - Mais Goiás)


A Polícia Civil indiciou um casal por denunciar que havia tido seu carro furtado por um homem, quando na realidade, havia o vendido. O caso aconteceu em Jataí, no Sudoeste de Goiás, no final de 2022. Conforme a polícia, a mulher foi indiciada por comunicação falsa de crime e o homem por denunciação caluniosa. Nesse caso, a pena pode chegar a 8 anos de reclusão.


A polícia narra que no final de 2022 um casal procurou a delegacia da Jataí e comunicou que o veículo da família, um VW Gol, havia sido furtado. Em razão da ocorrência, policiais civis realizaram diligências visando localizar o automóvel e identificar o autor do crime.


No final de dezembro, o marido viu o carro no estacionamento da rodoviária de Jataí e acionou os guardas municipais que lá estavam, insistindo que o veículo havia sido furtado.


A GCM, então, apreendeu o automóvel e conduziu seu motorista até a delegacia, na condição de suspeito. Porém, horas depois, após várias pessoas serem ouvidas, descobriu-se que, na verdade, o casal havia vendido o carro dias antes, mas o comprador não pagou o financiamento junto ao banco.


Ao ser novamente ouvido, o casal confessou que mentiu para a polícia e para a GCM. A mulher foi indiciada por comunicação falsa de crime e o homem por denunciação caluniosa.

21 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page