top of page

Casal é preso suspeito de aplicar golpes ao comprar casas e até pousadas na Romaria de Trindade

Segundo a polícia, os dois aplicaram golpes em mais de 20 pessoas. Os mandados de busca, apreensão e de prisão preventiva estão sendo cumpridos em três cidades do Mato Grosso do Sul.


G1-Goiás

Caminhonete recuperada em operação da Polícia Civil de Trindade — Foto: Divulgação/Polícia Civil


Um casal foi preso suspeito de aplicar golpes durante a Romaria de Trindade e gerar prejuízo de R$ 500 mil. Segundo a polícia, os suspeitos aplicaram golpes em mais de 20 pessoas. Os mandados de busca, apreensão e de prisão preventiva estão sendo cumpridos em três cidades do Mato Grosso do Sul: Aquidauana, Chapadão do Sul e Campo Grande.


Segundo o delegado Rafael Borges, os dois investigados foram até Trindade durante a romaria. Eles se apresentavam para as vítimas como fazendeiros e diziam que tinham vendido uma fazenda por R$ 30 milhões, em Rio Verde.


Dessa forma, os suspeitos compraram vários imóveis avaliados entre R$ 400 mil a quase R$ 3 milhões, com a promessa de pagamento no dia 15 de junho de 2023, data que receberiam o acerto da fazenda vendida. Sendo assim, as vítimas fizeram contratos em cartório e entregaram as chaves dos imóveis.


Após a negociação, o casal vendia esses imóveis a outras pessoas, que faziam o pagamento da entrada e até entregaram veículos como sinal.


Além de imóveis residenciais, o casal comprou três pousadas. Os suspeitos alugaram os quartos para romeiros que estavam indo para Trindade. Quando as vítimas chegavam na cidade não havia nenhuma reserva, ficando sem dinheiro e estadia.


Os suspeitos fugiram para Mato Grosso do Sul, onde foram detidos.

"O casal será transferido para Trindade onde vão responder pelos crimes. Um carro que foi usado como entrada por uma das vítimas foi recuperado." relata Rafael Borges

A ação foi realizada pela Polícia Civil de Goiás com apoio da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul.


44 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page