top of page

Caminhoneiro que dirigia de cueca quebra recorde embriaguez no ano em Goiás

De cueca, caminhoneiro apresentava forte odor etílico e confusão mental. Ele precisou de ajuda para se vestir, segundo ao PRF



Mais Goiás

Bafômetro apresenta teor alcoólico cinco vezes superior ao limite permitido para direção (Foto: Divulgação - PRF)



A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, na tarde desta segunda-feira (13), um homem de 37 anos suspeito de dirigir uma carreta embriagado na BR-153, em Itumbiara, no Sul de Goiás.


Segundo a PRF, o homem, flagrado apenas de cueca, quebrou o recorde de teor alcoólico registrado em 2023, em Goiás. A quantidade de álcool ingerida era cinco vezes maior que o limite permitido, de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido (mg/L).


A polícia relatou que o veiculo seguia sentido Itumbiara/Goiânia quando foi visto ziguezagueando na pista por policiais que estavam em ronda. Ao abordarem o caminhão, os agentes perceberam que o motorista estava de cueca, apresentava forte odor etílico e confusão mental.


Conforme expõe a corporação, o homem precisou de ajuda para se vestir e então ser submetido ao teste de bafômetro, que constatou 1,71 miligramas de álcool por litro de ar expelido (mg/L). “Este é o maior teor alcoólico já registrado em 2023 e o segundo maior nas rodovias federais desde que a lei seca entrou em vigor”, relatou a PRF.


Em razão disso, ele foi preso e foi encaminhado à Central de Flagrantes.

7 visualizações0 comentário
bottom of page