top of page

Caiado encerra primeiro ano do segundo mandato com aprovação recorde em Goiás

Levantamento do Instituto Real Time Big Data aponta 83% de aprovação, consolidando Caiado como o governador mais bem avaliado do país




Olha Goiás




O governador Ronaldo Caiado encerrou o primeiro ano de seu segundo mandato com uma aprovação histórica por parte da população goiana, atingindo 83%, de acordo com pesquisa divulgada pela TV Record Goiás nesta quarta-feira (20).


O levantamento realizado pelo Instituto Real Time Big Data evidencia a consolidação de Caiado como o governador mais bem avaliado do Brasil, superando outros estados em aprovação.


Os dados revelam um crescimento na avaliação positiva ao longo do ano. Inicialmente, em abril, ao completar 100 dias do segundo governo, o governador contava com uma aprovação de 72%, conforme a Real Time Big Data.


Em um período de oito meses, essa taxa subiu, alcançando os atuais 83%. A pesquisa destaca que 15% dos entrevistados desaprovam o governo, um número inferior aos 19% registrados em abril. Enquanto isso, 2% dos participantes não souberam opinar.


A gestão de Caiado é respaldada por conquistas como a liderança em segurança pública, reconhecida e adotada por outros estados. Além disso, investimentos recordes em setores cruciais como educação e saúde, somados à amplitude dos programas sociais, contribuem para explicar os números excepcionais. Esses investimentos foram possíveis devido a uma administração que, primeiramente, equilibrou as contas públicas.


A pesquisa detalhada revela que a aprovação de Caiado é mais expressiva entre as mulheres (85%), na faixa etária de 45 a 60 anos (85%) e entre aqueles com ensino superior (84%). Em todas as estratificações, o governador mantém uma avaliação positiva superior a 80%.


Quando avaliada de forma mais específica, a população de Goiás expressa sua aprovação com 64% classificando a gestão como 'ótima' ou 'boa'.


Desses, 24% consideram o governo 'ótimo' e 40% o classificam como 'bom'. Apenas 9% dos entrevistados rejeitam o atual governo, sendo 5% classificando como 'ruim' e 4% como 'péssimo'. Outros 25% avaliam o governo como 'regular'. Em comparação com abril, houve um aumento de dois pontos percentuais na aprovação, que era de 62%.


A pesquisa do Instituto Real Time Big Data ouviu 1200 eleitores entre os dias 16 e 18 de dezembro, com uma margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos e um intervalo de confiança de 95%.

15 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page