top of page

Cúpula do PSD foi pega de surpresa com pré-candidatura de Kitão

Pessedistas descartam incômodo, mas indicam insatisfação com falta de diálogo prévio



Mais Goiás

Lucas Kitão em evento de pré-candidatura ao Paço Municipal (Foto: Divulgação)



O anúncio da pré-candidatura do vereador Lucas Kitão à Prefeitura de Goiânia pegou de surpresa a cúpula do PSD em Goiás. O movimento, feito sem o aval da direção estadual, abre caminho para uma disputa interna acirrada pela vaga majoritária nas eleições de 2024 já que o senador Vanderlan Cardoso projeta lançamento de seu projeto em março.


A pré-candidatura de Kitão foi lançada nesta terça-feira (27/2) sem a presença de membros do diretório. Apenas o ex-presidente do partido em Goiás, professor Vilmar Rocha, se fez presente de modo a dar sua “benção” ao projeto. O portal apurou que Vanderlan Cardoso ficou sabendo da agenda horas antes do evento.


Pré-candidatura de Kitão deixou cúpula do PSD surpresa


Líderes do partido evitam falar em “fissuras” ou “incômodo” com a iniciativa de Kitão, mas não escondem a surpresa. O presidente do PSD em Goiânia, deputado federal Ismael Alexandrino, elogiou o vereador, mas destacou que a cúpula do partido não foi consultada antes do lançamento da pré-candidatura.


Um aliado do senador Vanderlan Cardoso (PSD), principal nome do partido em Goiás, também elogiou Kitão, mas avaliou que enfrentar o senador é um desafio quase impossível de ser batido. “É um vereador promissor e com boa atuação parlamentar na Câmara, mas se ele acha que o senador pode recuar com esse gesto está enganado. Acredito que há espaço para busca de consenso sem que haja realização de prévias”, destacou.

11 visualizações0 comentário

留言


bottom of page