top of page

Brasil tem péssima atuação e perde para a Venezuela no Pré-Olímpico

Globo Esporte


Foi 3 a 1, mas poderia ter sido pior. Essa é a impressão que ficou da derrota do Brasil para a Venezuela, nesta quinta-feira, pela última rodada da primeira fase no Torneio Pré-Olímpico. A seleção brasileira jogou muito mal no estádio Brígido Iriarte, em Caracas. No primeiro tempo, sofreu dois belos gols do meia Segovia, aos 10 e 31 minutos. Antes de esboçar uma reação, houve o gol contra de Rikelme, aos nove minutos do segundo tempo. Alexsander descontou nos últimos minutos, com belo gol.

O primeiro tempo do Brasil foi muito ruim. Faltou iniciativa e marcação melhor. A Venezuela criou oito finalizações e acertou a meta adversária cinco vezes. A seleção brasileira não conseguiu chutar no gol uma vez sequer em pouco mais de 45 minutos. O 2 a 0 parcial poderia ter sido ainda pior, caso o goleiro Matheus Donelli não tivesse feito pelo menos duas grandes defesas.

Na entrevista coletiva após a vitória sobre o Equador, o técnico Ramon Menezes prometera um time “muito forte” para esse jogo contra a Venezuela. O treinador da seleção brasileira optou por começar a partida com uma equipe quase toda reserva. Não deu certo. E a atuação pouco melhorou mesmo com a entrada de Endrick, Marlon Gomes, Khellven e Alexsander — este último, autor do gol de honra.

Apesar da derrota, o Brasil terminou a primeira fase do Pré-Olímpico em primeiro lugar do Grupo A, com nove pontos em quatro jogos. A vitória da Venezuela a garantiu no quadrangular final. Os classificados do Grupo B foram Argentina e Paraguai. A próxima etapa da competição começa na segunda-feira.

6 visualizações0 comentário
bottom of page