top of page

Brasil tem 6 milhões de mulheres a mais do que homens

Censo de 2022 também mostra que país envelheceu; são 22,2 milhões de pessoas com 65 anos ou mais ante 14,1 milhões em 2010


Poder 360

Mulheres são 104,5 milhões de pessoas, enquanto homens somam 98,5 milhões


O Brasil tem atualmente 6 milhões de mulheres a mais do que homens, segundo dados do Censo Demográfico 2022 divulgados nesta 6ª feira (27.out.2023).


São 104.548.325 de pessoas do sexo feminino, que representam 51,5% da população. Homens somam 98.532.431, ou 48,5% do total populacional.


O número de habitantes de cada sexo flutua com as faixas etárias. A população de 0 a 19 anos é composta majoritariamente por homens. O intervalo dos 20 aos 24 anos se iguala entre os sexos, tendo, ambos, 3,8% da população nesta faixa etária.


Já nas faixas etárias restantes, as mulheres são a maioria. Especialistas indicam que, quanto mais jovem uma população é, mais homens a compõem.


Em geral, nascem mais pessoas do sexo masculino e, consequentemente, há mais homens do que mulheres na base da pirâmide etária. Contudo, a população masculina também tem a maior mortalidade por causas não naturais, como violência. Por isso, a mortalidade é mais alta, principalmente na juventude.


RJ TEM MAIS MULHERES


O Rio de Janeiro é o Estado com o maior percentual de mulheres do Brasil, segundo os dados do Censo. A população fluminense é composta por 52,8% de mulheres e 47,2% de homens. Apesar de ser o Estado com maior percentual feminino, a predominância de pessoas deste sexo se estende a quase todo país.


Dentre as 27 unidades da Federação, 23 têm percentual de mulheres maior do que o de homens.



5 visualizações0 comentário
bottom of page