top of page

Bia Haddad perde para Iga Swiatek na semifinal de Roland Garros

Brasileira joga bem, tem chances, mas cai para a líder do ranking e atual campeã do torneio


GE

Beatriz Haddad Maia busca bola na semifinal de Roland Garros contra Iga Swiatek — Foto: REUTERS/Lisi Niesner


A brasileira Beatriz Haddad está eliminada de Roland Garros. Nesta quinta-feira, do outro lado da rede estava a líder do ranking mundial, atual campeã de Roland Garros e que, nos cinco jogos da campanha até a semi não tinha perdido nenhum set, Iga Swiatek. Bia teve bons momentos, chegou a liderar o segundo set, mas sucumbiu diante da melhor do mundo por 2 a 0, parciais de 6/2 e 7/6(9-7).


Apesar da derrota, a campanha de Bia é histórica. Primeira mulher semifinalista de um Grand Slam em simples para o Brasil em mais de 50 anos e, com o resultado, pode entrar pela primeira vez no top 10 do ranking mundial. Isso acontecerá caso Iga Swiatek vença, na decisão no sábado, a tcheca Karolina Muchova. Se Muchova por campeã, Bia aparecerá em 11º lugar na lista, a melhor posição de uma brasileira na história.


Bia tentou, durante todo o primeiro, atacar a polonesa, que parecia uma parede. Toda bola que Bia mandava, voltava ainda mais forte. Iga é daquelas tenistas que alia velocidade e força e, não a toa, é número 1 do ranking mundial. Na segunda parcial, Bia conseguiu variar mais as jogadas, chegou a liderar o placar com uma quebra na frente, mas viu a polonesa crescer nos momentos decisivos.


Nas cinco primeiras partidas, Iga ficou em quadra apenas 5h32, contra 12h55 da brasileira. Bia, aliás, foi a que mais deu trabalho para a polonesa em Roland Garros. Até a semifinal, o jogo mais longo da Swiatek tinha demorado 1h29, as quartas de final contra Coco Gouf. O jogo desta quinta-feira contra a Bia teve a duração de 2h10.



1 visualização0 comentário

コメント


bottom of page