top of page

Após derrota da seleção olímpica, Ramon valoriza força do Marrocos

Globo Esporte



O Brasil iniciou o ciclo olímpico com derrota por 1 a 0 para o Marrocos, nesta quinta-feira. Visando a disputa dos Jogos Pan-Americanos, em outubro, o técnico Ramon Menezes valorizou a força do adversário e elogiou o teste.

- Não foi o resultado que a gente esperava, mas foi um grande teste, um ótimo teste. O começo não tem nada fácil. A gente sabia das dificuldades que íamos enfrentar, atual campeão da Copa da Liga das Nações Africanas, time muito bem treinado, joga junto há muito tempo. Foi um jogo muito igual. Poderíamos ter saído com resultado positivo - disse o treinador brasileiro.

O time sub-23 do Brasil volta a enfrentar o Marrocos na próxima segunda-feira, dia 11. Ramon reconheceu falta de concentração da equipe em determinado momento. Para o comandante, o próximo confronto é uma oportunidade de "recuperação".

- Talvez tenha faltado um pouco de concentração no começo. Vamos ter a chance de fazer outro jogo. Sabemos que dois dias para trabalhar é pouco tempo, mas esses jogadores são jogadores inteligentes, que assimilaram bastante do que passamos para eles. Vamos buscar nossa recuperação, focar, para fazer um bom segundo jogo. É começo de trabalho, no futebol não tem nada fácil, seguir, não faltou espírito, não faltou entrega. É isso que queremos - concluiu Ramon Menezes.

Capitão da equipe, o volante Andrey Santos reconheceu o esforço apesar da derrota no primeiro de dois amistosos com o Marrocos. O jogador ressaltou a importância de manter a postura no próximo jogo.

- Infelizmente não foi o resultado que a gente queria. Mas achei que a equipe se comportou bem durante os 90 minutos. Lutamos como Brasil. Nos entregamos e demos o nosso máximo. O segundo jogo a gente quer vencer e jogar melhor. Dar o nosso máximo de novo para sair com o resultado positivo - projetou Andrey Santos.

O Brasil teve, começando no banco de reservas, o atacante João Pedro, do Brighton. O ex-Fluminense atuou com a camisa 10 amarelinha pela primeira vez e comentou o sentimento.

- Hoje pude fazer minha estreia com a camisa 10 da seleção brasileira. Camisa com tanta história, número de grandes jogadores que passaram pela seleção. Hoje foi muito equilibrado, os dois times procurando fazer o que o professor pediu. Eles levaram a melhor hoje. Mas acredito que agora é olhar o que a gente errou para melhorar para a próxima partida - disse João Pedro.

Comandados pelo técnico Ramón Menezes, os jogadores sub-23 do Brasil iniciam a preparação que visa uma vaga nos Jogos Olímpicos de 2024, em Paris. O pré-olímpico será realizado na Venezuela, no próximo mês de janeiro. O Brasil ostenta os dois últimos títulos olímpicos no futebol, conquistados no Rio de Janeiro e em Tóquio. Antes, a equipe disputará os Jogos Pan-Americanos, em outubro.

6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page